Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Corrida no espaço: Quem ganha?

02.02.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Julho 1969. Muitos americanos olharam para os ecrãs da televisão boquiaberta enquanto Neil Armstrong dizia “Um pequeno passo para o homem. Um passo gigante para a humanidade”. Os EUA chegaram à Lua, ganharam a corrida espacial. Ou será? Há cada vez mais pessoas a duvidarem dessa…história.

Será? Os norte-americanos poderiam ter falsificado as imagens? Entre 6 e 20% dos norte-americanos afirmaram em vários inquéritos que não acreditam que NASA tenha chegado à Lua. Vamos examinar os eventos na altura, quando a Rússia era a União Soviética, e os argumentos em favor e contra a chegada dos EUA à Lua.

Sendo a verdade, seria o primeiro “primeiro” da NASA, na corrida de espaço com o programa SOYUZ da União Soviética. Desde finais dos anos 50, a URSS estava simplesmente a devastar os EUA nesta corrida.

Por quê? A sociedade, e sistema, na URSS encorajavam o culto da inteligência…o que não se pode afirmar dos EUA, a grande prova sendo o seu presidente neste momento.

Em 1957, os habitantes dos EUA viam, atónitos, o satélite Sputnik russo a viajar pelo espaço fora. Também em 1957, os russos lançaram um cachorro, Laika (em russo, “quem ladra” no espaço). Também em 1957, os EUA tentaram lançar um satélite. Explodiu no sistema de lançamento.

Em 1959, os EUA finalmente conseguiram colocar animais no espaço – dois macacos duraram 15 minutos antes de morrerem. No mesmo ano, a Rússia estava a enviar os satélites para a Lua – primeiro a Luna-1, que passou, enviando sinais e depois a Luna – 2, que aluou e deixou os símbolos da URSS e finalmente, a Luna – 3 que tirou fotos do lado escuro da Lua, enviando-os para a Terra.

A URSS também lançou a primeira sonda a circumnavegar a Terra antes que, em 1961, Yuri Gagarin foi o primeiro homem a fazer uma viagem em órbita à volta do nosso planeta. Na mesma altura, o norte-americano Alan Shepard foi lançado apenas 115 milhas para o espaço – menos do que a Laika dois anos antes – antes de cair no Oceano Atlântico 15 minutos depois. Também em 1961, a Rússia enviou a primeira sonda para Vénus (Venera – 1).

Quando em 1962 John Glenn foi o primeiro norte-americano a fazer uma viagem em órbita à volta da Terra, Presidente John Kennedy afirmou que até ao final da década, os EUA iriam colocar um homem na Lua. Foi em 1962 que a URSS teve ainda outro “primeiro”, colocando dois cosmonautas no espaço em dois veículos, Vostok-3 e Vostok-4 voando perto um do outro, no primeiro exemplo de “voar em formação”.

No ano seguinte, Valentina Tereshkova foi a primeira mulher no espaço, no Vostok-6. Só em 1964, os EUA conseguiram copiar o que a URSS tinha feito em 1959, tirando fotografias da Lua e enviando a sonda (Ranger VII) para sua superfície.

Em 1964, a URSS foi o primeiro país a lançar dois satélites com um foguetão (Elektron-1 e Elektron-2).

Em 1965, o foguetão norte-americano Atlas explodiu na rampa, ano em que a URSS lançou o primeiro homem para caminhar no espaço – o cosmonauta Aleksei Leonov, no dia 18 de Março, no navio Voshkhod-2. Os norte-americanos imitaram o feitio em Junho (Edward White) mas mais perto da terra.

Em 1966, Neil Armstrong e outros astronautas atracaram dois veículos (Gemini VIII e Agina) mas um mau funcionamento esforçou o Armstrong a voltar para a Terra mais cedo do que foi planeado. Entretanto, a URSS enviou uma sonda para aluar suavemente, Lunar IX, que enviou fotografias para a Terra e a Venera-3 foi a primeira sonda a chegar à superfície de Vénus. Também em 1966, a União Soviética foi o primeiro país a colocar um satélite em órbita à volta da Lua (Lunar X).

Em 1967, a URSS foi o primeiro país a colocar dois veículos sem tripulação para o espaço para atracar e se desligar automaticamente. No mesmo ano, 3 astronautas norte-americanos morreram queimados quando seu foguetão explodiu.

Em 1968, a URSS enviou a primeira sonda para circumnavegar a Lua e voltar para a Terra (Zond-5). Outro “primeiro” para a Rússia em 1969 – primeiro atracamento de dois veículos e transferência de um veículo para o outro (Soyuz-4 e Soyuz-5). Ainda outro “primeiro” em 1969, três veículos a voarem em formação (Soyuz-6, Soyuz-7 e Soyuz-8).

Entretanto, nos EUA, com enormes pressões políticas devido ao desastre chamado Vietname e violência étnica a criar caos nas cidades, começou a procura de heróis para distrair a população das más notícias.

Os russos queriam enviar um homem para a Lua e seus múltiplos “primeiros” na exploração espacial é prova do seu progresso. Só que havia grandes preocupações com a segurança. A Cinturão de Van Allen emitia radiação mortífera que poderia fritar uma pessoa. A Lua está a 250 000 milhas, longe demais para levar reservas de combustível suficientes para a viagem de ida e volta. Um cosmonauta que tinha viajado no espaço foi assado vivo devido aos efeitos de Van Allen – quando chegou à Terra, estava carbonizado.

E de repente, em Julho de 1969, lá estavam os norte-americanos, que tinham estado a léguas de distância da URSS na exploração espacial, com homens a colocarem os Stars and Stripes na Lua?

Até então os norte-americanos tinham colocado um homem a 400 milhas da terra, ainda muitíssimo longe do cinturão de Van Allen….Em 1965, os norte-americanos tinham feito uma paisagem lunar para testar veículos espaciais.

O programa soviético continuou a somar vitórias: em 1971, foi lançada a primeira Estação Espacial (Salyut-7) no dia 19 de Abril, embora a tripulação (Georgi Bobroeolski, Vladislav Volkov e Victor Patsayev) morreu na re-entrada na atmosfera, depois de constituírem outro “primeiro” – 23 dias no espaço.

Só dois anos mais tarde, a Estação Espacial norte-americana foi desenvolvida (14 de Maio de 1973) – Skylab. Três astronautas depois melhoraram o recorde de permanência no espaço (28 dias).

Em 1984, a URSS teve a primeira mulher a fazer uma caminhada no espaço - Svetlana Savitskaya…tantos recordes e a URSS não colocou um homem na Lua? Por quê?

Porque, na opinião do cosmonauta Boris Volynov, não era possível na altura e os norte-americanos não o fizeram.

Analisando as imagens do aluamento dos norte-americanos, se vê a poeira a assentar rapidamente no superfície – como se fosse areia. Porém, a Lua não possui gravidade como a Terra – tem atmosfera-zero, o que quer dizer que os grãos de areia não poderiam ter caído para a superfície mas sim, deve ter viajado muito longe. Por qualquer razão, a poeira assentou com a mesma velocidade (32 pés por segundo) como seria de esperar na Terra.

Neil Armstrong respondeu a esta pergunta minha, dizendo que sim, de facto, a força gravitacional deveria ter sido diferente.

Agora que Presidente Bush afirma que vai enviar um Homem para a Lua, antes de chegar a Marte, se põe a questão: será que alguma vez chegaram à Lua?

Mark FARRELL PRAVDA.Ru

 
7033
Loading. Please wait...

Fotos popular