Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Comunistas russos estão contra o Dia da Unidade do Povo na Rússia

01.11.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Comunistas russos estão contra o Dia da Unidade do Povo na Rússia

O Patriarca de Moscou e toda a Rússia, Aleksi II exortou os povos da Rússia a tomar parte na comemoração do Dia da Unidade do Povo - 4 de novembro. Ele apoiou a idéia de realização do ato cultural-patriótico “Altar da Pátria”, em comemoração dessa festa. Ele se realizará nas regiões de Nijni Novgorod, Ivanovo, Kostromá, Iaroslavl e Moscou.

“Estou convicto de que a realização do ato servirá de lembrança do papel das tropas populares de 1612 e dará contribuição ao fortalecimento da unidade de todos os russo”, declarou o Patriarca.

O Dia da Unidade do Povo foi criado para comemorar a expulsão dos poloneses de Moscou em 1612 que marcou o renascimento do Estado russo, embora alguns historiadores russos asseguram que este evento aconteceu em dezembro.

O Governo russo eliminou no final de 2004 do calendário a festividade por causa do aniversário da Revolução Bolchevique de 1917, que se realizava tradicionalmente em 7 de novembro, e decretou o Dia da Unidade do Povo.

Os comunistas russos não participarão das atividades por ocasião do Dia da Unidade do Povo, anunciou Ivan Mélnikov, vice-presidente do Partido Comunista da Rússia (PCR).

"Falar hoje em dia de unidade entre os 20% de ricos e os 80% de pobres é simplesmente uma hipocrisia", assegurou Mélnikov, citado pela agência "Interfax".

"Em 4 de novembro os comunistas se prepararão para a festa nacional, dia 7, data após a qual há mais de 70 anos nasceu em nosso país uma amizade genuína entre os povos e dificilmente alguém pode negar este fato", acrescentou o dirigente comunista.

Ano passado os comunistas já ignoraram o fato de que 7 de novembro era um dia de trabalho e convocaram seus tradicionais comícios e manifestações para lembrar a revolução no centro da capital russa.

 
1983
Loading. Please wait...

Fotos popular