Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Últimas nóticias sobre ultraje terrorista contra crianças

01.09.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Às 8.00 MSK, um bando de entre 17 e 30 homens e mulheres armados com armas automáticas, pistolas, lança-granadas e cintos-bomba, entraram na Escola Número 1 de Beslan, Ossétia Norte, e tomaram como refens entre 120 e 400 pessoas, a maioria sendo crianças do primeiro e segundo ano escolar, o restante sendo professores e familiares das crianças, que celebravam o início do ano escolar.

O Dia de Conhecimento assim se transformou em pesadelo para estes inocentes indefesas, peões num jogo perverso e sujo e covarde, que é o terrorismo. Os terroristas estão a reter a maioria das crianças no ginásio, que já foi minado, tal como o perímetro da escola. Crianças estão a ser esforçadas a se exporem nas janelas para prevenir um ataque pelas forças armadas que cercam o edifício.

Pouco depois da tomada da escola pelos terroristas chechenos (que declararam que a sua acção se faz em apoio dos seus irmãos chechenos), pequenos grupos de crianças, que se tinham escondido no início do sequestro, começaram a fugir do edifício, numerando cerca de 50, de acordo com testemunhos oculares.

É difícil verificar o exacto número de pessoas no interior do edifício porque o ataque veio numa altura em que a cerimónia do início do ano lectivo estava a terminar e esta cerimónia tinha a presença de muitos familiares das crianças. As autoridades estimam que o número de reféns poderá ser entre 120 e 400.

Poucos minutos depois de entraram no edificio, o bando de terroristas abriu fogo, matando duas pessoas e ferindo outras duas dentro do edifício e 9 pessoas na rua. Os 11 feridos estão a ser tratados no hospital local.

Os terroristas originalmente se recusaram a negociar mas ao longo do dia, começaram a ser estabelecidos contactos entre as partes. Preocupante foi a declaração do líder do grupo, que disse que por cada elemento do seu bando morto ou ferido, matará 50 crianças. Esta declaração foi escrita num bocado de papel e foi atirada por uma das janelas.

No início do fim da tarde, um dos terroristas abriu fogo contra o telhado dum edifício ao lado da escola, começando um incêndio, que já foi extincto. Dá indicações do estado de instabilidade mental de pelo menos este elemento dos terroristas, que poderiam também estar a usar drogas, como aconteceu no caso do sequestro Nord-Ost.

No entanto, as negociações prosseguem e enquanto há diálogo, há a possibilidade de fazer progresso, trocando grupos de crianças por alimentos ou outras condições. Os terroristas mostraram um filme de vídeo, em que se vê os eventos dentro do edifício.

Um centro de gestão de crise foi estabelecido pelo presidente da Ossétia Norte, Aleksandr Dzasokhov e este centro recebeu uma mensagem escrita pelos terroristas, que exigem a libertação dos terroristas chechenos presos nos ataques em Ingushétia em 21 e 22 de Junho, em que cerca de cem pessoas foram mortas, a maioria destes polícias.

Pensa-se que o líder do grupo é a pessoa que liderou este ataque na Ingushétia e fontes locais afirmam que ele é um ingush, de alcunha Magas.

Exigiram também a presença do presidente da Ossétia Norte, que está no local, juntamente com o primeiro-ministro Murat Zyazikov (presente) e um pediatra, levantando a suspeita que algumas crianças poderão ser feridas ou terem tido crises de saúde devido à situação a que estão a ser sujeitas.

O Presidente da DUMA russa está presente a Presidente Vladimir Putin interrompeu suas férias para falar com as autoridades sobre a situação.

Konstantin KODENETS PRAVDA.Ru

 
3645
Loading. Please wait...

Fotos popular