Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Putin prometeu uma resposta "assimétrica" e "muito eficaz" aos EUA

01.02.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

 "O escudo antimísseis" a ser posicionado pelos EUA na Europa do Leste perto das fronteira da Rússia  foi criticado hoje  pelo presidente russo, Vladimir Putin.  Putin e prometeu uma resposta "assimétrica" e "muito eficaz".

 Putin qualificou como "inconsistentes" os argumentos de Washington de que o objetivo de seu sistema nacional de defesa antimísseis (NMD) é interceptar possíveis lançamentos de foguetes balísticos pelo regime iraniano ou grupos terroristas.

"O Irã nem sequer tem mísseis balísticos, só de médio alcance" e a trajetória de vôo dos foguetes que pode lançar se conhece muito bem, disse Putin durante sua tradicional entrevista coletiva anual no Kremlin à mídia russa e estrangeira.

Putin descartou que os EUA posicionem seu "guarda-chuvas nuclear" na Europa do Leste em resposta ao "crescente poderio militar da Rússia", ao assinalar que Washington havia anunciado esses planos há muito tempo.


O presidente, no entanto, ressaltou que a Rússia "reforça sua segurança exterior" e que suas respostas serão "assimétricas e muito eficazes", em alusão ao desenvolvimento de novos armamentos estratégicos que o escudo antimísseis americano não poderá interceptar.


"Já dispomos de sistemas capazes de superar a defesa antimísseis, mas não nos limitamos a isso e trabalhamos em armamentos de nova geração, contra os quais os elementos de defesa antimísseis que são criados e posicionados nada poderão fazer", assinalou.


Putin explicou que o NMD é criado para interceptar e abater os mísseis balísticos tradicionais, enquanto a Rússia desenvolve armamentos estratégicos que "operarão a velocidades hipersônicas e variarão sua trajetória em altitude e vetor de vôo".
"O sistema de defesa antimísseis é inútil neste caso", afirmou o líder russo

 
1975
Loading. Please wait...

Fotos popular