Pravda.ru

Notícias » Mundo


RÚSSIA, FRANÇA E RFA INSISTEM NA COESÃO DOS MEMBROS DO CONSELHO DE SEGURANÇA

26.02.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma decisão sobre novas reuniões do CS da ONU sobre o problema do Iraque "poderá ser tomada em qualquer momento", assinala o memorando relativo à situação em torno daquele país, preparado pela França, RFA e a Rússia.

"O desarmamento completo e eficiente, em conformidade com as respectivas Resoluções do CS da ONU, não deixa de ser o imperativo da comunidade mundial", frisa o documento citado, segundo o qual "este objectivo deverá ser alcançado por meios pacíficos mediante o regime de sanções".

O cenário militar "seria uma medida extrema", salienta o memorando. Na opinião dos países signatários do memorando, "até a data, não houve motivos para empregar a força contra o Iraque". "Apesar de se manterem suspeitas", adianta a declaração, "não foram apresentadas provas de que o Iraque tenha possuído armas de extermínio em massa ou as capacidades para as produzir".

Enquanto isso, as inspecções que "estão em pleno andamento" já deram os "primeiros frutos", podendo também ser constatados "progressos na cooperação com o Iraque".

Neste contexto, a Rússia, a França e a RFA consideram que o CS deverá "intensificar os seus esforços, para possibilitar a regularização pacífica da crise". Entretanto, para tal "será indispensável manter a unidade do Conselho de Segurança e, ao mesmo tempo, aumentar a pressão sobre o Iraque".

© RIAN

 
1420
Loading. Please wait...

Fotos popular