Pravda.ru

Notícias » Mundo


Programa USP Cidades Globais

24.08.2018 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Programa USP Cidades Globais. 29386.jpeg

Programa USP Cidades Globais integra 8ª Virada Sustentável com seminários sobre crise hídrica e saúde


por Victor Matioli 


O programa USP Cidades Globais do IEA promoverá dois seminários para compor a programação da 8ª Virada Sustentável, que acontecerá em São Paulo. Os eventos, que serão realizados nos dias 25 e 26 de agosto, a partir das 11h, pretendem debater dois temas de igual interesse público: as crises hídricas da cidade de São Paulo e os elementos que afetam a saúde de populações urbanas. As discussões propostas se alinham ao mote geral da Virada deste ano: “Um olhar para o futuro”.


Ambos os encontros serão realizados no Auditório do Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP, no Parque Ibirapuera. Os seminários são públicos e gratuitos, sem necessidade de inscrição para participar. 


É possível também acompanhar as atividades ao vivo pela internet, sem inscrição prévia.
No dia 25, acontece a mesa As Dimensões das Crises Hídricas em São Paulo, que discute o tema com base nas pesquisas apresentadas no Livro Branco da Água, publicação do IEA organizada por Wagner Costa Ribeiro, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, e Marcos Buckeridge, coordenador do programa USP Cidades Globais do IEA. Segundo os organizadores, o objetivo da mesa é “proporcionar um debate multi e interdisciplinar sobre os recursos hídricos na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) e a possibilidade de outra crise em um futuro próximo”. Veja a íntegra do livro.


Além de Ribeiro e Buckeridge, participam também Tércio Ambrizzi, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, Jean Paul Metzger, professor do Instituto de Biociências (IB) da USP e Pedro Roberto Jacobi, coordenador do grupo de pesquisa Meio Ambiente e Sociedade do IEA. Todos eles contribuíram para a criação do Livro Branco da Água, que analisou a crise hídrica que atingiu a RMSP entre 2013 e 2015 em três seções: Origens das crises hídricas em São Paulo; Impactos das crises hídricas em São Paulo; e Soluções para o futuro da água.


O segundo seminário, que acontece no dia 26, pretende apresentar uma forma multidimensional e sistêmica de compreender a saúde, demonstrando como diferentes fatores — ambientais, sociais e econômicos — influenciam a saúde e a qualidade de vida da população. Participam da mesa Paulo Saldiva, médico patologista e diretor do IEA-USP, Marco Akerman, professor da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, e Paolo Zanotto, professor do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP e coordenador da Rede Zika, que conduz estudos sobre a doença causada pelo vírus Zika.


O conteúdo do livro Vida Urbana e Saúde - Os Desafios dos Habitantes das Metrópoles (Editora Contexto, 2018), lançado recentemente por Saldiva, será o ponto de partida do painel de mesmo nome. O diretor do IEA falará, entre outros temas, sobre ilhas de calor, (i)mobilidade, poluição, saneamento e violência. Akerman abordará a multidimensionalidade e a intersetorialidade na saúde, demonstrando como ela está presente em quase todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que também balizam a Virada Sustentável deste ano. Por fim, Zanotto comentará sobre as recentes pesquisa que têm sido desenvolvidas na área de virologia.


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
http://www.iea.usp.br/noticias/programa-usp-cidades-globais-integra-8a-virada-sustentavel-com-seminarios-sobre-crise-hidrica-e-saude?utm_source=Boletim&utm_medium=email&utm_content=virada%20sustentavel%202018

 
4490
Loading. Please wait...

Fotos popular