Pravda.ru

Notícias » Mundo


Irão: A Verdade

23.11.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O relatório mais recente da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) sobre o programa nuclear do Irão deixou de fora uma secção presente no relatório anterior, em que criticou Teerão e refere aos “direitos inalienáveis de todas as Partes ao Tratado a desenvolverem pesquisa, produção e o uso de energia nuclear para fins pacíficos sem discriminação”.

O relatório, Implementação do Acordo de Salvaguarda NPT na República Islâmica do Irão, emitido em 24 de Setembro de 2005, refere a anteriores declarações feitas pela AIEA e relatadas nos documentos GOV/2003/75 de 2003/11/10 e GOV/2005/67 de 2005.09.02 que o Irão tinha escondido detalhes dos seus programas nucleares e como tal estava em quebra das suas obrigações.

Para os Estados Unidos da América, cujo regime irá sem dúvida utilizar este parágrafo, é prova suficiente que o Irão está desenvolvendo armas nucleares, tal como o Iraque estava cheio de Armas de Destruição Maciça, tão cheia que ainda ninguém encontrou nada, aquelas armas que constituíram uma “ameaça imediata” a Washington e seus aliados.

A seguir, Washington irá produzir documentos ligando Teerão a programas de armas nucleares, como aqueles documentos que ligavam Bagdade a Niamey (tentativas de comprar urânio yellowcake) que depois se descobriu que eram forjados.

A verdade

Contudo a verdade não poderia ser mais longe daquilo que Washington diz, que mais uma vez, e isso nada surpreende quando se trata do regime de Bush, é um fio de mentiras descaradas, informações erradas e histeria.

No mesmo documento da AIEA, declara no parágrafo f) que no seu relatório mais recente, o Director Geral da AIEA “notou que tinham sido feitos bons progressos na correcção pelo Irão das quebras”.

Em Secção 3, o relatório declara que ainda há muitas áreas a serem resolvidas mas elabora um plano de acção, nomeadamente que Teerão deve implementar medidas de transparência, restabelecer a suspensão plena e sustida de qualquer actividade de enriquecimento e voltar à mesa das negociações.

É precisamente isso que Teerão está a fazer e visto que as regras foram estabelecidas pelo organismo apropriado da ONU e dado que Teerão está em contacto com este organismo, não cabe aos Estados Unidos de América meter o nariz em questões que nada têm a ver com ele. Cabe a todos os estados da comunidade internacional respeitarem suas obrigações na Carta da ONU.

O único país até hoje que utilizou armas nucleares – e contra civis – não foi o Irão.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
2643
Loading. Please wait...

Fotos popular