Pravda.ru

Notícias » Mundo


Seminário Marxismo 2004

21.07.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Promovida pelo SWP, sigla em inglês para Partido Socialista dos Trabalhadores, a conferência é uma referência política para a esquerda inglesa e reúne anualmente milhares de pessoas. Neste ano foram mais de 250 oficinas, precedidas por uma abertura que reuniu cerca de 1500 militantes. O P-SOL estava lá. Convidada para falar na abertura e também em uma oficina específica sobre o Brasil, tive a honra de fazer nosso partido presente neste importante evento da esquerda socialista européia, junto com o companheiro Pedro Fuentes, um dos editores da nossa Revista Movimiento e dirigente do P-SOL. O ato de abertura foi também um ato contra a guerra no Iraque, de indignação e protesto contra as mentiras contadas por Bush e particularmente por Blair para justificar a guerra.

Junto comigo na mesa de abertura estava George Galloway, o deputado que foi expulso do Labour Party - Partido Trabalhista - por denunciar Blair e votar contra o envio de tropas britânicas para o Iraque.

Lindsey German, dirigente do SWP, candidata a deputada nas recentes eleições pela coalisão Respeito e dirigente do movimento STOP THE WAR (Parem a Guerra).

Também Walden Bello, escritor filipino e ativista do movimento Focus on the Global South e Giuliano Giuliani, pai do ativista anti globalização morto pelo polícia italiana durante os protestos em Gênova. Figuras importantes da intectualidade de esquerda e do movimento anti globalização, poetas, escritores e músicos, também estiveram presentes durante o seminário. Intelectuais como Tariq Ali, Samir Amin, Robin Blackburn, Alex Callinicos, Slavoj Zizek, o escritor palestino Ghada Karmi, o poeta Mike Rosen, um dos advogados dos prisioneiros de Guantano Gareth Peirce, um dos mais famosos jazzistas ingleses Gilad Atzmont, e o economista e colaborador do P-SOL Charles-André Udry.

Um ponto qualitativo que merece destaque é a importante colaboração desenvolvida peo SWP com lideranças muçulmanas de esquerda, colocando o partido - através da coalisão eleitoral "Respeito" - na vanguarda da luta contra a guerra no Iraque e na defesa dos direitos dos imigrantes muçulmanos, discriminados e perseguidos em todo o mundo. Marxismo é, portanto, um evento de grande magnitude para a esquerda européia, e para nós, socialistas e internacionalistas, foi uma grande oportunidade para apresentar nosso partido e receber apoio dos socialistas europeus.

Ao nos convidar para participar deste evento, o SWP dá mostras categóricas da sua disposição em colaborar com nosso partido, reconhecendo a importância do P-SOL na construção de uma alternativa de esquerda em escala internacional. E esta colaboração vai continuar. Já estamos convidados a retornar a Londres em outubro, no Fórum Social Europeu, assim como eles já estão comprometidos em vir ao Brasil no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre.

Um grande evento reunindo a esquerda radical, que começou a ser articulada no Fórum Social Mundial da Índia no ano passado, deverá acontecer em Porto Alegre.

O P-SOL se une ao SWP inglês, a LCR francesa e a ISO americana - partidos que na Índia formaram uma coordenação da esquerda radical - para batalhar por um pólo de esquerda, socialista e radical no Fórum Social Mundial de Porto Alegre. O seminário realizado em Porto Alegre no mês de maio, onde estiveram presentes, além do SWP inglês, várias organizações de esquerda, foi um passo importante neste sentido. O seminário Marxismo 2004 foi mais uma etapa importante desta articulação internacional na qual o P-SOL entra com força ao realizar seu segundo Encontro Nacional durante o Fórum Social Mundial. Luciana Genro

 
3725
Loading. Please wait...

Fotos popular