Pravda.ru

Notícias » Mundo


Paraguai quer rever o Tratado de Itaipu

21.05.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ontem  (20) para sua primeira visita oficial ao Paraguai, Na imprensa local, a recepção  não foi nada calorosa.

O "ABC Color'', principal jornal do país, publicou na capa de sua edição de ontem um editorial de página inteira intitulado "Brasil, um país imperialista e explorador''. O editorial critica Lula por não rever o Tratado de Itaipu, "assinado pelas costas do povo paraguaio em épocas de ditadura militar''. Entre outros termos, o texto diz que o povo paraguaio é obrigado a suportar "um roubo descarado''.

O editorial diz que a posição "imperialista'' do Brasil pode ser responsável por "situações de violência física entre cidadãos de ambos os países''. Fontes do go- verno brasileiro minimizaram a importância do editorial, dizendo que críticas ao Brasil são comuns na imprensa paraguaia, mas que a relação Brasil-Paraguai vive um de seus melhores momentos.

A virulência do ataque do "ABC'' foi atribuída também ao fato de o jornal não ter participado da entrevista que Lula concedeu nessa semana a seus dois principais concorrentes, Última Hora e La Nación, em Brasília. Segundo a reportagem apurou, o "ABC'' não participou da entrevista porque não fez esse pedido à Presidência.

Com tiragem diária de cerca de 30 mil exemplares, em um país com 6,3 milhões de habitantes, o "ABC'' costuma pautar discussões em outros meios de comunicação do Paraguai.

O embaixador do Brasil em Assunção, Valter Pecly Moreira, disse hoje que não está em discussão uma mudança no Tratado de Itaipu, válido até 2023 e que, entre outros, determina que o Paraguai, por não consumir toda a energia que produz em Itaipu, é obrigado a vendê-la ao Brasil. Setores reivindicam poder vender a energia a outro país, no caso, a Argentina, por um "preço justo''.

 Fonte Folhapress

  

 
1954
Loading. Please wait...

Fotos popular