Pravda.ru

Notícias » Mundo


A Perversão da Justiça

18.08.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Durante os anos em que os movimentos Socialistas faziam grandes passos no sentido de criarem condições de igualdade e mobilidade social – no caso da Rússia, onde transformaram uma sociedade medieval na vanguarda do desenvolvimento em apenas duas gerações – os elitistas capitalistas reaccionários esperavam pelo seu dia.

Depois de terem gasto triliões ou quatriliões de dólares na tentativa de exaustar o modelo Socialista, que ao mesmo tempo tinha de manejar golpes de estado, assassínios, bloqueios e actos de sabotagem, esses elementos reaccionários apareceram em força no início do terceiro milénio, encarnados no regime de Bush.

Aqui temos um belo exemplo de elitistas cripto-fascistas, neo-conservadores, neo-colonisliatas, neo-imperialistas capitalistas monetaristas, que representam os controladores de riqueza – os lobbies de energia e das armas que ditam a política de Washington. Bem vindos ao regime de Bush, que gasta 200 biliões de dólares no seu acto ilegal de chacina no Iraque sem pensar duas vezes. Quais são os resultados das acções do regime de Bush?

Primeiro, o mundo está bastante menos seguro. Aquela história que o 9/11 foi o cúmulo do terrorismo internacional que tinha de ser combatido a qualquer custo dissipou-se na lamuria de mentiras e meias-verdades que tentaram ligar Saddam Hussein ao evento das Torres Gémeas na opinião pública, no meio de práticas de jornalismo nada éticas, que reforçou a noção que o regime de Bush sobrevive apenas pela manipulação do medo, numa espécie de filme de longa-metragem de Hollywood.

Segundo, a luta secular pelos direitos humanos foi varrida por baixo do tapete, não só em Washington mas também em Londres. Quantos Republicanos nos EUA tinham graves dúvidas acerca da decisão de atacar o Iraque, mas estavam reticentes a dizê-lo em público depois de 9/11? Pois, quão significativo o facto que podemos hoje em dia, com toda a seriedade. entreter a noção de que haja uma falta de liberdade de expressão nos Estados Unidos da América. Bem vindos ao regime de Bush. Essa doença que varreu o Atlântico e que agora contamina o Reino Unido, onde um imigrante brasileiro foi recentemente assassinado em sangue frio somente porque tinha aspecto...asiático (??) e onde depois desse ultraje houve uma tentativa institucional de encobrir a verdade, é uma aberração, um hiato, esperamos, na troca da estafeta. Esta tentativa de ocultar a verdade é chocante para aqueles que foram criados a acreditarem que se se poderia acreditar em alguém, seria a polícia da Sua Majestade e o seu Primeiro Ministro.

No mundo de hoje, onde os ventos neo-conservadores elitistas de Washington chegam a outros continentes como um polvo gigante, alguns países do Velho Continente parecem estar apanhados na mesma onda em que florescem os princípios de Maquiaveli. O fim justifica os meios mesmo quando isso envolve a quebra do direito internacional. Bem vindos ao regime de Bush.

Terceiro, e em ultimo lugar, o regime de Bush é o dobre a finados para a justiça e a lei internacional. Enquanto nos confins mais escuros do Pentágono se discute os planos para um eventual ataque contra o Irão (membro do Eixo de Maldade de Bush), levanta-se a questão, qual será a próxima mentira para justificar um casus belli? Mas isso não deve, nem pode, acontecer. Não pode haver mais actos de chacina nem mais uma quebra do direito internacional.

A Organização das Nações Unidas tem uma Carta que é vinculativa para todas as nações que a assinaram, onde está incluído os EUA, quer que queira, quer que não. Se Washington não está preparado ou com a vontade de seguir os princípios do direito internacional, utilizando o Conselho de Segurança como Foro de debate e discussão, então pesa mais a noção que diz “EUA fora da ONU, ONU fora dos EUA”.

Chega a altura para os EUA voltar à comunidade internacional em vez de estar isolado e arrogante, orgulhosamente só e odiado amiúde. Chega a altura de Washington tomar suas decisões juntamente com seus parceiros, praticando uma política de escuta activa em vez de passar por cima de tudo e todos os membros da comunidade internacional com ameaças e chantagem e subornos.

Se o regime de Bush tem a inteligência para efectuar uma mudança de atitude, é esperar para ver. Com certeza, milhões de pessoas a volta do mundo concordariam hoje que nada que Washington faz surpreenderia muito. Que comentário tão triste no que diz respeito à seriedade do governo desse país. Bem vindos ao regime de Bush.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
4643
Loading. Please wait...

Fotos popular