Pravda.ru

Notícias » Mundo


Obama arruína as conversações com o Irã

15.04.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Obama arruína as conversações com o Irã. 20158.jpeg

Os EUA negaram visto de entrada no país ao novo embaixador do Irã à ONU, Hamid Aboutalebi. Aboutalebi foi embaixador em vários países europeus e na União Europeia, e várias vezes, antes, visitou os EUA, com o devido visto de entrada:

"O governo Obama declarou que se opõe à nomeação de Hamid Aboutalebi, que teria participado do grupo de estudantes que tomou a embaixada dos EUA em Teerã em 1979. 

...

Aboutalebi teria sido membro de um grupo de estudantes muçulmanos que mantiveram 52 norte-americanos presos dentro do prédio da embaixada em Teerã, por 444 dias, naquela ação. 

...

Aboutalebi já várias vezes insistiu que seu envolvimento com o grupo envolvido na tomada da embaixada, Estudantes Muçulmanos Seguidores da Linha do Imã, limitou-se ao papel de tradutor e de negociador. [1]


NÃO CABE AOS EUA DECIDIR QUEM É NOMEADO E ENVIADO À ONU COMO EMBAIXADOR DE OUTROS PAÍSES. Negar o visto de entrada é ato claramente ilegal,[2] nos termos do "Acordo do Quarteirão do Prédio da ONU"[3] [orig. Headquarter Agreement] entre a ONU e os EUA:


A ONU está em seu pleno direito para denunciar que houve violação do "Acordo do Quarteirão do Prédio da ONU". Pode exigir que a questão seja arbitrada e tem boas chances de vencer.


NENHUM PAÍS DA ONU pode aceitar esse comportamento dos EUA. Todos se arriscam a ter seu próximo embaixador à ONU 'censurado' pelos EUA, sob qualquer argumento igualmente ridículo, que políticos norte-americanos resolvam evocar. A ONU TEM DE TOMAR POSIÇÃO NESSE CASO.

Até agora, as conversações sobre as questões nucleares entre Irã e EUA estavam andando bem. Já há até uma solução inteligente[4] para o reator de água pesada em Arak, que era um dos itens mais problemáticos.

O presidente do Irã tem de defender suas políticas, contra os linha-dura norte-americanos. Eles usarão a questão do embaixador para pressioná-lo a rejeitar qualquer acordo com os EUA. Rouhani não pode retirar a nomeação do embaixador, sem sofrer grave dano político. Os EUA, ao 'censurar' o embaixador, também negam a Rouhani o direito de ter pessoa de sua confiança nos EUA, que pode contribuir para fazer avançar as negociações nucleares.

TODA ESSA QUESTÃO parece ter sido fabricada, do nada, para arruinar as conversações entre EUA e Irã.

Se Obama insistir nessa posição e negar o visto de entrada ao embaixador Hamid Aboutalebi, sobre pretexto tão fraco, OBAMA SERÁ RESPONSÁVEL PELO FIM DAS NEGOCIAÇÕES. Todas as consequências recairão sobre ele. É. Mas arruinar as negociações pode muito bem já ter sido parte dos planos de Obama, desde o início. ****

 

 


[1] http://goo.gl/Dh3zHG

[2] http://opiniojuris.org/2014/04/09/can-u-s-deny-irans-new-u-n-ambassador-visa-new-york/

[3] http://avalon.law.yale.edu/20th_century/decad036.asp

[4] http://armscontrol.org/act/2014_04/A-Win-Win-Solution-for-Irans-Arak-Reactor

11/4/2014, Moon of Alabama - http://www.moonofalabama.org/

 

 
4003
Loading. Please wait...

Fotos popular