Pravda.ru

Notícias » Mundo


Bolívia reafirma caráter pacífico de seu programa nuclear

14.12.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Bolívia reafirma caráter pacífico de seu programa nuclear. 25633.jpeg

La Paz  (Prensa Latina) O ministro de Hidrocarbonetos e Energia, Luis Alberto Sánchez, reafirmou o caráter pacífico do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Tecnologia Nuclear que hoje se constrói na cidade de El Alto.

Destacou que a implementação do projeto recebeu elogios de especialistas internacionais.

Também explicou que os resíduos da instalação serão quase nulos e serão levados fora do país pela empresa russa Rosatom, encarregada da construção e ativação da planta.

Além disso, o ministro descartou que o reator seja um grande consumidor de água.

A instalação consumirá ao redor de três metros cúbicos de água por dia, e não quantidades absurdas do líquido como especularam alguns setores da oposição, especialmente nas redes sociais, argumentou Sánchez em um boletim institucional.

Explicou que a demanda de água para o reator é mínima em comparação com os benefícios que trará em campos como a medicina, agricultura ou investigação acadêmica.

No começo de março, o governo do presidente Evo Morales assinou um convênio com Rosatom para definir como será o Centro de Investigação e Desenvolvimento em Tecnologia Nuclear na cidade de El Alto, a mais de quatro mil metros de altitude.

O projeto, com um investimento de mais de 300 milhões de dólares, transferirá ao país andino amazônico tecnologia nuclear com fins pacíficos, para desenvolver aplicações biomédicas, estimular planos agrícolas para garantir a segurança alimentar e impulsionar a indústria tecnológica e o intercâmbio de conhecimento.

O complexo terá um áciclotron, instalações para operações de áradio-farmácia, uma planta multi-propósito de irradiação, um reator nuclear para pesquisa em baixa potência e um laboratório de investigações nucleares e capacitação, informaram relatórios oficiais.

Fonte

 

 
2523
Loading. Please wait...

Fotos popular