Pravda.ru

Notícias » Mundo


Carro-bomba matou um dos lideres militares do Hezbollah

13.02.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Um dos principais lideres militares do Hezbollah, Imad Fayez Mugniyah, morreu esta  quarta-feira (13), vítima de um atentado com carro –bomba em Damasco, na Síria , noticia a estação televisiva do Hezbollah, Al-Manar.

O grupo xiita libanêsHezbollah culpou Israel pela sua morte, mas não houve qualquer comentário por parte dos oficiais israelitas.

Moughniyah, procurado havia anos pelos serviços secretos americanos, estava entre os indiciados nos Estados Unidos pelo seqüestro em 1985 de um avião da TWA no qual um mergulhador da Marinha dos EUA foi morto. Ele também era suspeito de ter arquitetado ataques que mataram mais de 200 americanos no Líbano na década de 1980, quando era o chefe de segurança do Hezbollah.

Israel acusava Moughniyah de envolvimento no atentado a bomba de 1992 contra a embaixada israelense em Buenos Aires, em que morreram 29 pessoas, e o ataque dois anos depois contra um centro cultural judaico que matou 95.

 
988
Loading. Please wait...

Fotos popular