Pravda.ru

Notícias » Mundo


Trabalhadores iraquianos oprimidos pelas autoridades

13.01.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Apesar de não ter dinheiro e pouquíssimos recursos e apesar de serem discriminados por um governo apoiado por Washington, a Federação dos Conselhos e Sindicatos de Trabalhadores no Iraque (FWCUI, sigla em inglês) estabeleceu grupos de activistas em todo o país e organizou uma agenda para proteger os direitos dos trabalhadores.

Em Novembro, uma conferência muito participada foi organizada em Basra, sob o slogan “O poder da classe operária na sua unidade e organização”. Os 350 delegados estabeleceram a agenda do FWCUI, nomeadamente o direito a greve e de organização, um aumento em salários e um pacote indexado à taxa de inflação, acabar com horas extraordinárias, melhores padrões de saúde e segurança, um bónus anual e a substituição de oficiais corruptos e incompetentes.

O FWCUI organizou uma série de greves em todo o país, na Central Eléctrica de Nasriyah, fábricas de bebidas, indústria química e de plásticos em Bagdade, na Central Eléctrica de Basra e nas fábricas de têxteis em Kut, onde os trabalhadores foram oprimidos pelas autoridades, que abriram fogo sobre eles. Afinal esta governo, apoiado por Washington, não age melhor do que o regime anterior.

Houzan Mahmoud, do Partido Comunista dos Trabalhadores do Iraque, disse à PRAVDA.Ru que “Activistas foram ameaçados pelas autoridades e foram impedidos de se juntarem ao FWCUI”. Contudo, apesar da adversidade contra a qual luta numa base diária, a Federação continua a trabalhar para proteger os direitos dos operários no Iraque, apoiada pelo Partido Comunista dos Trabalhadores do Iraque.

A página www.uuiraq.org explica mais sobre as actividades do FWCUI em árabe, ingles, francês e alemão.

Houzan Mahmoud apresenta o seguinte apelo aos nossos leitores:

“Os trabalhadores no Iraque, mais do que nunca, durante esses tempos cruciais, precisam do vosso apoio. Apoio internacional político, financeiro e moral irá dar continuidade e motivação ao nosso movimento para lutar para conseguir mais direitos”.

Esta Federação, a verdadeira representante dos operários iraquianos, receberá com muito prazer mensagens de solidariedade aos operários e cartas protestando contra a opressão dos direitos dos trabalhadores pelas autoridades. Contactos: Aso Jabbar ou Houzan Mahmoud em 0041 788 825 589 ou 0041 795 688 3001 ou asojabbar@yahoo.com ; houzan73@yahoo.co.uk

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
2476
Loading. Please wait...

Fotos popular