Pravda.ru

Notícias » Mundo


Última mensagem do bin Laden

12.03.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O sítio Islamic News enviou-nos o texto da última mensagem do Osama bin Laden. Foi traduzido pelo repórter Pervez Khan e foi enviado a este sítio por outro descrito como um sítio Jihadi de Kashmir, que tem ligações fortes com bin Laden.

Na mensagem, Osama bin Laden faz referências vedadas, chamando todos os muçulmanos a juntarem-se e lutar contra o Infiel (os EUA) mas também fez referências mais específicas sobre o seu paradeiro.

Se esta mensagem é de bin Laden, pareceria estranho que ele declararia, por exemplo, que “Caçaram-me no Iraque, Sudão, Paquistão, Kashmir, Afeganistão mas graças a Allah, uma base segura foi fundada nos picos do Hindu Kush, que foi testemunho à destruição do maior exército ateu na Terra ao grito Allah é grande”…dizendo aos seus inimigos onde está, ou talvez não.

Fontes da Inteligência Internacional, e fontes ligadas à Pravda.Ru na região, afirmaram nos últimos meses que Osama bin Laden tinha contactos com, ou estava a viver em, Kashmir paquistanês. Após as frases iniciais louvando Allah, a mensagem passa imediatamente a atacar os EUA “Nós acreditamos que os piores ladrões no mundo de hoje e os piores terroristas são os americanos. Nada os pode parar, senão retaliação em espécie”.

Embora haja na mensagem uma chamada apara que os Muçulmanos se juntem: “Allah disse, ficar com o seu irmão, seja ele opressor ou oprimido. Quando perguntaram como iriam ficar com ele se era o opressor, Ele respondeu, dizendo que dando conselho, ajudar-lhe-iam a melhorar. Isso tudo quer dizer que os Muçulmanos devem cooperar uns com os outros e devem apoiar-se mutuamente. Devem unir-se na luta contra o politeísmo e devem juntar os seus recursos para lutarem contra os americanos e sionistas e os que andam com eles”, não há referências directas ao Iraque, referências estas que sem dúvida serão construídas pela administração em Washington num futuro próximo.

Em vez de referir ao Iraque, o texto parece insinuar que todos os extremistas muçulmanos devem defender o Afeganistão contra uma ocupação pelo Infiel: “Homens de segurança são requeridos especialmente para assistir os Mujaheddin tanto quanto possível contra as forças de ocupação do inimigo”.

Continua a mensagem, que afirma que estas forças de ocupação poderiam perpetrar actos de violência contra as suas próprias tropas, para depois culparem os Mujaheddin.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
2490
Loading. Please wait...

Fotos popular