Pravda.ru

Notícias » Mundo


Visita do MNE da Albânia a Moscovo

11.12.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

PERGUNTA: Como poderia comentar a visita do ministro dos Negócios Estrangeiros da Albânia, Ilira Meta, a Moscovo, nos dias 10 e 11 de Dezembro?

YAKOVENKO: A visita de trabalho do vice-primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros da Albânia, Ilira Meta, e as conversações em Moscovo serão realizadas no prosseguimento da prática de intercâmbio regular de opiniões sobre os actuais problemas das relações internacionais e sobre os temas da cooperação bilateral entre os dois países.

No que respeita às relações bilaterais, pretendemos confirmar o interesse da Rússia pela manutenção do diálogo político regular com a Albânia. Planeia-se discutir as questões do aperfeiçoamento da base jurídico-institucional da interacção, da ampliação da cooperação económico-comercial e técnico-científica e dos contactos inter-parlamentares. Por enquanto nestas áreas existem consideráveis reservas não aproveitadas.

PERGUNTA: Que problemas internacionais serão examinados nas conversações?

YAKOVENKO: A parte russa é a favor da formação de uma sólida base jurídica de estabilidade regional nos Balcãs. Consideramos necessário convocar uma representativa conferência internacional sobre os Balcãs, um dos objectivos mais importantes da qual seria a garantia da inviolabilidade das fronteiras e a consolidação do carácter multi-étnico dos países da região. O apoio desta iniciativa pela Albânia, que desempenha um importante papel nas questões balcânicas, teria um significado importante. Tem-se em vista também discutir as tarefas da luta contra o terrorismo internacional. Ambos os países condenam o terrorismo em quaisquer formas e manifestações. A Rússia pronuncia-se pelo desenvolvimento da interacção anti-terrorista, inclusive nos domínios político, diplomático, económico e judiciário. Reconhecendo a existência de uma ligação directa entre o terrorismo, o narcotráfico e a criminalidade organizada, Moscovo está disposta a cooperar estreitamente com Tirana na luta contra estes fenómenos. É natural que não fique sem atenção o problema iraquiano. Os nossos países assinalam com satisfação o reinicio da actividade de inspecção e monitoramento da UNMOVIK e da AIEA no Iraque, a qual deve dar uma resposta completa sobre o estado de coisas neste país no que concerne à proibição dos programas de criação de armas de extermínio em massa e seus vectores e eliminar a preocupação da comunidade mundial a este respeito.

© RIAN

 
2507
Loading. Please wait...

Fotos popular