Pravda.ru

Notícias » Mundo


Morta: Mulher que acusou o Bush de violação

11.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Margie Schoedinger, a mulher que alegadamente citou o atual presidente dos EUA, George W. Bush, numa queixa em Dezembro de 2002, afirmando que tinha sido violada, morreu em consequência a um incidente com uma arma de fogo, com um ferimento mortífero na cabeça, oficialmente registado como “suicídio”.

As alegações eram graves: o caso aparentemente registado contra George Bush no Tribunal Civil do Condado no Condado de Fort Bend, Texas, em 2 de Dezembro de 2002, alega que George Bush, o antigo governador de Texas e atual presidente dos estados Unidos da América, cometeu “crimes sexuais individuais” contra essa senhora e seu marido”.

Margie Schoedinger acrescentou que tinha sido molestada, que terceiros tinham interferido com sua conta bancária, que tinha sido ameaçada e espancada. Pediu 1 milhão de USD em danos atuais e mais 49 milhões de USD em danos punitivos e danos e emocionais causados pelos alegados incidentes. Documentos do Tribunal registados em 4 de Dezembro de 2002, mencionam o Bush, dando-lhe 20 dias para responder ou aparecer num tribunal do condado em Fort Bend. Estes documentos foram assinados com os iniciais da funcionária do Condado de Fort Bend, Becky Kasper. Contudo, devido à natureza ambígua das reclamações, que nunca foram substanciadas, não é claro se a queixa fora comunicada ao Presidente.

Seja qual for o caso, a Margie Schoedinger está morta. Aos 38 anos de idade, morei em 22 de Setembro, 2003. O Gabinete Oficial do Condado de Harris, que registou a morte, regista “ferimento de arma de fogo na cabeça” e classifica a morte como “suicídio”.

John ASHTEAD PRAVDA.Ru

 
1683
Loading. Please wait...

Fotos popular