Pravda.ru

Notícias » Mundo


Socialistas ficam no poder na Espanha

11.03.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Socialistas ficam no poder na Espanha

Em meio aos desentendimentos entre Brasil e Espanha e a deportação de visitantes dos dois países, o ministro da Justiça, Tarso Genro, comemorou a reeleição do socialista José Luis Rodríguez Zapatero para presidente do governo espanhol no domingo.

Com a vitória do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) deste domingo nas eleições legistativas espanholas, José Luis Rodríguez Zapatero será presidente do governo por mais quatro anos, vencendo pela segunda vez consecutiva o conservador Mariano Rajoy.

Em 2004, quando chegou ao poder pela primeira vez, a eleição acontecia em meio à comoção causada pelos atentados de 11 de março em Madri, que deixaram 191 mortos e mais de 1.800 feridos. A direita, que até então levava vantagem nas pesquisas, viu o PSOE sair vitorioso devido à desastrosa conduta de José María Aznar após a tragédia, que atribuiu a autoria do ataque ao ETA mesmo depois dos primeiros indícios de que se tratava da ação de uma célula terrorista ligada à rede Al Qaeda.

O massacre era uma represália ao país por ter enviado tropas para ajudar a coalizão montada pelos Estados Unidos para invadir o Iraque, e a população reagiu nas urnas, elegendo Zapatero.
O chefe do governo espanhol nasceu em 1960 em Valladolid, neto de um republicano fuzilado durante a Guerra Civil (1936-39). Filiou-se ao PSOE aos 18 anos, e aos 26 se tornou o deputado mais jovem do Congresso.

Foi nomeado secretário-geral do Partido Socialista em 2000, aos 40 anos, e passou os quatro anos seguintes como líder da oposição a José María Aznar antes de chegar ele mesmo à presidência do governo.

A retirada dos soldados espanhóis do Iraque, uma das principais promessas de sua campanha em 2004, foi a primeira medida tomada por Zapatero ao assumir o governo.A ela se somaram uma série de medidas sociais, como a legalização do casamento homossexual, a aprovação da lei integral para combater a violência contra a mulher, a desburocratização do divórcio, a ajuda para o aluguel dos jovens e o "cheque-bebê", tudo isso em um contexto de bonança econômica.

As mais duras críticas da oposição contra seu governo vieram depois das frustradas negociações com a organização separatista armada ETA, cujo objetivo era convencer a organização a abandonar as armas.

Ex-professor de Direito, Zapatero é casado com a cantora lírica Sonsoles Espinosa e é pai de duas filhas, Laura e Alba, de 13 e 11 anos, segundo AFP.

 
2574
Loading. Please wait...

Fotos popular