Pravda.ru

Notícias » Mundo


EUA negam vistos a lutadores cubanos

09.02.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A seleção cubana de luta greco-romana não obteve os vistos para viajar aos Estados Unidos, onde devia participar do torneio Concord, que começou em 1º de fevereiro em Colorado Spring, segundo informou ao Granma Internacional o presidente da federação cubana desse esporte, Gustavo Rollé.

«Nossos lutadores não obtiveram os vistos para viajar, apesar do esforços feitos pela federação norte-americana desse esporte para que pudéssemos chegar em tempo», declarou Rollé.

«Agora esperamos que os documentos cheguem para que os especialistas de greco-romana e também os de luta livre possam competir no torneio de Colorado Spring, de 5 de fevereiro e participar também do torneio David Schultz , de 7 a 9 desse mês, e no de San José, Califórnia, de 13 a 15», acrescentou o funcionário.

Estados Unidos e Cuba são líderes continentais nesse esporte. O primeiro deles lidera a luta livre, enquanto Cuba é o número um na greco-romana.

«Somos contrários no campo esportivo, mas fora deles somos amigos», declarou a nosso semanário Alexis Rodríguez, vice-campeão mundial na categoria de 120 quilos de luta livre.

Após uma sessão de treinos no centro de esportes Cerro Pelado, na capital, Rodríguez explicou: «A rivalidade com os norte-americanos é especial, e é importante para os dois países treinar e ganhar experiência juntos. Eles admiram nossos resultados em condições difíceis».

Por seu lado, Yoel Romero, vice-campeão mundial e olímpico na divisão de 48 quilos da livre, expressou: «Meu objetivo é melhorar a atuação dos Pan-Americanos de 99, onde perdi para um norte-americano a medalha de ouro».

Além de Rodríguez e Romero fazem parte da seleção da Ilha René Montero, campeão mundial dos 55 quilos; Yandro Quintana, 60 quilos; Geandri Garzón, 66 quilos; Daniel González e Wilfredo Morales, 96 quilos.

Pedro Val, treinador do time nacional de greco-romana, expressou: «Nos 60 quilos, Roberto Monzón, campeão pan-americano de 1999 tem um contrário difícil no norte-americano Denis Hall, quem venceu o cubano nos dois últimos campeonatos mundiais, ficando o cubano com o bronze».

Além do mais, indicou que Luis Méndez, campeão mundial e pan-americano dos 84 quilos, em 1999, foi derrotado na semifinal de Sydney pelo norte-americano Mark Li Lan.

Os outros lutadores cubanos escolhidos para os torneios nos EUA são: Filiberto Azcuy, bicampeão olímpico dos 74 quilos; Lázaro Rivas e Juan Luis Marén, vice-campeões olímpicos em 55 e 66 quilos, respectivamente. E o campeão mundial dos 96 quilos, Ernesto Peña e Mijail López em 120 quilos.

POR ANNE-MARIE GARCÍA —especial para o Granma Internacional

Fonte: www.granma.cu

 
2768
Loading. Please wait...

Fotos popular