Pravda.ru

Notícias » Mundo


Angola: Programa para combater malnutrição

07.11.2012 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Angola: Programa para combater malnutrição. 17534.jpeg

O Governo de Angola e os seus parceiros estão a criar nas 10 províncias mais afectadas pela seca um sistema de resposta comunitária à malnutrição, que prevê a sensibilização da população sobre como previr a malnutrição e realizar a despistagem da malnutrição aguda e moderada nas crianças. 

Governo lança o programa de gestão comunitária para combater a malnutrição

 QUEM: O Ministério da Saúde (MINSA), as Nações Unidas e a organização não-governamental World Vision

 

O QUÊ:          Lançamento do programa de gestão comunitária da malnutrição na província do Kuanza-Sul. O acto será orientado pelo executivo local, pelo Ministério da Saúde, na companhia da Coordenadora Residente das Nações Unidas em Angola,  Maria Ribeiro e do Representante do UNICEF em Angola, Koenraad Vanormelingen.

  

QUANDO:     Dia 6 de Novembro de 2012 (Terça-feira, às 13 horas)

  

ONDE:                       Cidade do Sumbe, província do Kuanza-Sul, no Departamento Provincial de Saúde

 

  

PORQUÊ:      É necessário criar condições para dar resposta a crise nutricional que tem afectado a população angolana em 10 das 18 províncias do país (Zaire, Bié, Huambo, Kwanza Sul, Cunene, Huíla, Bengo, Benguela, Moxico e Namibe).

O decréscimo em 60% das cargas pluviométricas em todo o território nacional, durante mais de um ano, conduziu a uma situação de estiagem em todo o país, com graves consequências em 10 províncias. A produção agrícola diminui em mais de 400.000 toneladas, afectando a segurança alimentar de aproximadamente 1.833.000 milhão de pessoas.

De acordo com uma avaliação realizada pelo Ministério da Saúde, o número de crianças com Malnutrição aguda poderá atingir cerca de 500 mil nas 10 províncias, caso não se dê uma resposta adequada com acções que visam sensibilizar a população e promover a despistagem da malnutrição aguda nas crianças.

Nesse sentido, o Governo de Angola na sua resposta à estiagem e à malnutrição prevê formar mais de 2000 mil activistas comunitários de saúde com o objectivo de visitarem e sensibilizarem cerca de 350,000 famílias nas 4 províncias mais afectadas pela crise nutricional (Kwanza Sul, Zaire, Huambo e Bié).

Durante as visitas, os activistas informarão as famílias sobre como prevenir a malnutrição nas crianças de 0 a 5 anos de idade e realizarão uma primeira despistagem de crianças com malnutrição aguda e moderada, encaminhando os casos mais graves para as Unidades Especiais de Nutrição mais próximas. 

*****

 

Para informação adicional, favor contactar:

 

Olívio Gambo, Oficial de Comunicação UNICEF Angola, telemóvel 923 614857

Yolanda Nunes Correia, Chefe de Comunicação UNICEF Angola, 912 653 017, Correio electrónico: ycorreia@unicef.org

 
4332
Loading. Please wait...

Fotos popular