Pravda.ru

Notícias » Mundo


GOVERNO ISRAELENSE VAI LIBERTAR 443 PRISIONEIROS PALESTINOS

07.08.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O gabinete israelense aprovou a libertação de 443 prisioneiros palestinos, mas a Autoridade Palestina e Israel não entraram em um acordo para a retirada de tropas do exército israelense nos territórios ocupados.

Mesmo com essa posição de Israel, o plano de paz mapa da estrada continua sem qualquer avanço significativo. O primeiro ministro de Israel, Ariel Sharon, exigiu que a AP desmantele os grupos extremistas islâmicos, enquanto os palestinos exigem que Israel liberte os 6 mil prisioneiros, conforme o combinado com a trégua dos radicais palestinos e Isarel.

Embora Israel esteja cedendo às pressões palestinas para a libertação de prisioneiros, o país continua a aumentar as colônias judaicas em territórios ocupados (CisJordânia, Jerusalém Oriental e Faixa de Gaza).

Para agravar a situação com os palestinos, Israel constrói a primeira parte do muro com o “objetivo de deter ataques terroristas” ocupando territórios palestinos.

A política de Ariel Sharon no Oriente Médio contraria o plano de paz mapa da estrada, valendo-se da fragilidade da AP e no fracasso em conter o terrorismo.

Ao mesmo tempo é importante ressaltar que caso Ariel Sharon não atenda as reivindicações da trégua firmada com o Hamas e o Jihad Islâmico, os conflitos no Oriente Médio podem se tornar um banho de sangue.

Michele MATOS PRAVDA. Ru BRASIL

 
1451
Loading. Please wait...

Fotos popular