Pravda.ru

Notícias » Mundo


Guterres intervém a favor de Aminetu Haidar

06.12.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

António Guterres, Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), pede a que se ponha fim ao impasse da activista saharaui Aminetu Haidar

Segundo informação distribuída pelas Nações Unidas, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados “apelou aos governos de Espanha e de Marrocos a que ponham fim ao impasse na situação da activista saharaui Aminatu Haidar e considerem qualquer medida“ que facilite o seu regresso ao território.

António Guterres fez esta exortação no exercício “dos seus bons ofícios e por razões estritamente humanitárias", segundo comunicado do ACNUR. Haidar mantem desde há três semanas uma greve de fome no aeroporto canario de Lanzarote, para que as autoridades marroquinas lhe devolvam o seu passaporte e permitam o seu regresseo a casa em El Aiun.


O Passaporte de Hidar foi-lhe confiscado quando “no formulário para entrar en Marruecos deixou em branco o espaço reservado à nacionalidade e colocou Sahara Ocidental como lugar de residencia", como aliás já o fizera em anteriores ocasiões, o que foi já reconhecido pelas próprias autoridades marrqouinas. Haidar regressava de Nova Iorque, onde recibeu o Prémio “Coragem Civil“ 2009 atribuído pela Fundação Train.


Segundo refere a nota de imprensa da ONU, “O Sahara Ocidental foi uma colónia de Espanha até 1976. Ao retirar-se a Espanha, o Sahara Ocidental foi ocupado por Marrocos e Mauritânia“. Este país, no entanto, viria a retirar-se do conflito enquanto os confrontos “entre os saharauis da Frente POLISARIO, que pedem a independência, e Marrocos, continuaram até ao ano de 1991, altura em que foi firmado um cessar-fogo e a ONU estabebeleceu uma missão de paz para vigiar o seu cumprimento“, a MINURSO.

Associação pela Associação de Amizade Portugal - Sahara Ocidental

 
1869
Loading. Please wait...

Fotos popular