Pravda.ru

Notícias » Mundo


Europa bate recordes climáticas

06.12.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Europa bate recordes climáticas

A Europa bateu recordes de calor nas últimas semanas e vive o outono mais quente em dêcadas, até mesmo séculos, o que pхe em risco o início da temporada de esportes de inverno nos Alpes e reabre o debate sobre o aquecimento climático. Na Holanda, o Instituto Real de Meteorologia informou que este outono é o mais quente do país em 300 anos, com uma temperatura média de 13,5 graus Celcius.

No centro da Grã-Bretanha não se viam temperaturas semelhantes durante o outono no registro de dados meteorológicos, o mais antigo da Europa, iniciado em 1659. A temperatura média estimada para o ano é de 12,6 graus Celsius, enquanto o recorde anterior, de 1730 e 1731, foi de 11,8 graus.

Na Austria, o outono também é o mais quente já visto, com temperaturas entre 1,5 e 2,5 graus acima da média. As temperaturas do outono na Alemanha são as mais elevadas desde 1901, com uma média de 12 graus entre setembro e novembro, ou seja, entre três e quatro a mais que a média desde o início do século XX. Na França, é preciso voltar a 1950 para encontrar um outono tão quente, explicou Patrick Galois, encarregado das previsões da organização de meteorologia francesa Meteo France.

"E preciso ir а Sibéria ou а Lapônia para encontrar temperaturas abaixo de zero. Em Moscou, por exemplo, faz entre 2 e 5 graus, o que é completamente incomum" em uma época do ano em que os termômetros costumam registrar temperaturas negativas, acrescentou. Este outono tão quente "é uma das ilustrações da mudança climática", explicou Galois após destacar que estes índicos "se multiplicaram" nos últimos anos.

Este especialista explicou as temperaturas amenas que se espalham por toda a Europa pela presença de um anticiclone na Europa Central ou do Leste e por ventos que vêm do sul e do oeste. A Meteo France prevé que as temperaturas amenas continuarão, mas de forma mais "razoável", em torno dos 10 graus "nos próximos dias e com neve nas montanhas de média altitude". "Talvez" neve no Natal, acrescentou o especialista, mas o início da temporada de inverno nos Alpes corre risco.

Assim, na Suíça, onde desde 1864 não se registrava um outono tão quente, é preciso subir 2.500 metros para encontrar temperaturas negativas. Várias estações de esqui tiveram que adiar sua data de abertura por falta de neve. A mesma situação se observa nos Alpes austríacos, onde não há neve abaixo dos 2.000 metros de altitude, enquanto em Viena as roseiras estão em flor.

No sul da Europa, o outono também bate recordes, com 26 graus na praia de Valencia (leste da Espanha) e 16 graus em 30 de novembro em Milão (norte da Itália), algo nunca visto desde o início do século passado. Portugal registra recordes de calor inéditos nos últimos 40 anos. Só a Grécia nada contra a maré, com uma temperatura de 15 graus Celsius, normal no outono.

Segundo "Terra"

 
3070
Loading. Please wait...

Fotos popular