Pravda.ru

Notícias » Mundo


Dilma alerta: "Primeiro cegam uma menina, depois matam alguém"

06.09.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Dilma alerta:

Dilma alerta: "Primeiro cegam uma menina, depois matam alguém"

 

Em entrevista à imprensa internacional, nesta sexta (2), a presidenta eleita Dilma Rousseff condenou a violência policial contra manifestantes que combatem o governo de Michel Temer nas ruas.

"As pessoas vão para as ruas e vem a repressão. Cegam uma menina. Depois, matam alguém, como foi com o estudante Edson Luís (1968). Então dizem que a culpa é do manifestante, pois a violência partiu deles. Isso que ninguém da minha geração pode compactuar", disse.

As manifestações contrárias ao impeachment têm sido reprimidas com violência pela Polícia, especialmente nos últimos cinco dias. Na quarta-feira passada, em São Paulo, Deborah Fabri, uma militante do Levante Popular da Juventude, foi atingida no rosto por um estilhaço de bomba, que acabou por estraçalhar a lente de seus óculos, furando seu olho esquerdo.

"O terrorismo do Estado é gravíssimo. O poder dele para reprimir é muito forte. Assim começam as ditaduras. Não precisam ser militares, podem ser civis disfarçadas", afirmou em referência às recentes ações violentas da Polícia Militar.

Segundo ela, as pessoas não podem ter medo de dizer o que pensam. "Temos que debater. Não é possível o tipo de repressão que estamos vendo. Não é possível que não se possa falar o que quiser, como 'Fora, Temer'. Quando começamos a ter medo das palavras, começa a arbitrariedade. Temer as palavras leva a isso. Veja, jamais tivemos medo das palavras, conheço uma ditadura na pele", disse.

 Do Portal Vermelho, com Rede Brasil Atual

in

 

 
2062
Loading. Please wait...

Fotos popular