Pravda.ru

Notícias » Mundo


Por quê é que o Bush é tão impopular?

05.11.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Quando Presidente Putin sai do avião Rossiya, ele encontra sorrisos de amizade e uma aura de silêncio que reflecte um genuíno respeito e uma onda de curiosidade. Não é assim no caso de George Bush, que nem se atreve a sair de um avião na maioria dos países e quando assim faz, encontra uma muralha de ódio.

Por quê?

Por quê é que milhares de argentinos foram às ruas protestar contra a presença nada bem-vinda de Bush na Cimeira, por quê é que milhares de brasileiros se preparam hoje para manifestarem contra a presença nada bem-vinda de Bush no Brasil? Por quê é que Bush foi o único líder que teve de fugir da porta de trás do Número 10, Downing Street, em Londres, naquela visita que foi limitada a três ruas da capital britânica por razões de segurança? Por quê é que George Bush tem de levar com ele milhares de guarda-costas para aonde ele for? Por quê é que Presidente Putin foi tão bem recebido no Brasil e por quê é que não houve manifestação nenhuma contra sua presença no país?

Por alguma razão será. Será porque Bush é tão popular que necessita manter seus fãs à distância? Ou seria que talvez seja o homem mais odiado na face da terra?

As pessoas não gostam, de modo geral, de blasfemos que tomam o nome de Deus em vão, na justificação dos seus actos, especialmente quando se trata de actos de assassínio em grande escala. As pessoas não gostam, de modo geral, dos que quebram a lei, e no caso de Bush, estamos a falar de praticamente todas as leis internacionais e normas diplomáticas, o que significa que esse criminoso e assassino e o seu regime estão colocados numa posição precária – pois podem enfrentar processos legais no foro de crimes contra a humanidade e crimes de guerra.

As pessoas, de modo geral, não gostam de aqueles que se intrometem nos assuntos das nações soberanas, nem daqueles que formam bases militares através do globo. O que se vê hoje na América Latina é a mensagem “Vão para casa e fiquem lá”. As forças militares dos Estados Unidos da América pertencem nos Estados Unidos da América.

Até que George Bush, seu regime e a classe que governa os EUA entendam essa mensagem, haverá sempre uma diferença tremenda entre a maneira em que são recebidos os Presidentes dos EUA e os de praticamente todas as outras nações na terra, excepto talvez Zimbabwe.

A política de Bush, em fim, o colocou ao nível de Robert Mugabe.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
2501
Loading. Please wait...

Fotos popular