Pravda.ru

Notícias » Mundo


AMERICANOS ENFRENTAM DIFICULDADES NO IRAQUE

05.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Ao contrário das perspectivas do presidente americano George Bush, que esperava resultados positivos na guerra chamada “Liberdade para o Iraque”, a invasão e a ocupação no país tem sido uma catástrofe para os americanos, e também para a população civil iraquiana, que perderam milhares de vidas e sofrem com a onda de violência, a fome, a falta de água e as condições precárias dos hospitais.

As dificuldades enfrentadas pelos americanos no Iraque não devem ser minimizadas como os líderes de Washington tentaram fazer desde o começo da guerra até agora na ocupação ilegal.

Os soldados americanos estão enfrentando a dura resistência iraquiana, as baixas americanas aumentam todos os dias com atentados, os francos atiradores e as emboscadas. O suicídio entre os soldados também é preocupante. Embora o pentágono pratique a política de censura e omissão dos acontecimentos negativos no Iraque, está cada vez mais evidente que a situação está fora de controle. Os americanos deixaram de ser o único alvo da resistência iraquiana, até as organizações humanitárias passaram a ser vítimas dos atentados terroristas. Os ataques contra essas instituições consideradas “neutras” refletem a insatisfação dos iraquianos com a ocupação estrangeira no país. A população civil no Iraque é a mais prejudicada com a ocupação, muitos se queixam que Bush é igual ou pior que Sadam. Muitos iraquianos não escondem seu ódio diante da presença americana.

O ódio dos iraquianos em relação aos americanos não é recente, é verdade que foi agravado com a guerra e a ocupação, mas o embargo econômico que se estendeu por doze anos deixou um profundo sentimento anti-americano no Iraque. O ódio contra os EUA é sem dúvida um inimigo tão terrível quanto à resistência. Se do lado iraquiano a situação é difícil, do lado americano a situação não é diferente; os prejuízos americanos no Iraque só aumentaram, nem os poços de petróleo iraquiano escapam das sabotagens da resistência. Os EUA esperavam que os lucros com a venda do petróleo iraquiano justificasse os bilhões de dólares destinados às forças americanas no Iraque, mas essa possibilidade é pouco provável.

Prejuízo é o que não falta para o presidente George Bush, que essa semana conseguiu uma aprovação do congresso para disponibilizar 87 bilhões de dólares com os gastos militares no Iraque.

Os democratas e a opinião pública dos EUA estão pressionando o presidente Bush para uma solução no Iraque. Claro, quando as mortes de soldados americanos começaram a atingir seus familiares e serem divulgadas pela mídia, a sociedade hipócrita dos EUA se sensibilizou com a real situação da ocupação.

Não vai demorar muito para serem favoráveis á retirada de tropas no Iraque.

A reeleição do presidente George Bush está seriamente ameaçada, e agora não é possível omitir o que de fato acontece no Iraque.

Michele MATOS PRAVDA.Ru

 
3070
Loading. Please wait...

Fotos popular