Pravda.ru

Notícias » Mundo


O Retrocesso na Sociedade

05.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A comunidade gay italiana condenou um novo glossário organizado pelo Conselho Pontifício do Vaticano para a Família que se refere à homossexualidade como uma condição “sem qualquer valor social”.

“O Vaticano está obcecado. Não passa um dia sem que um cardeal ou alguém da hierarquia (da Igreja) ataque os gays. Eles dizem mentiras, falsidades”, acusou Franco Grillini, parlamentar do partido Democratas da Esquerda em presidente de honra do maior grupo de defesa dos direitos dos homossexuais na Itália, o Arcigay. O glossário, que chegou na segunda-feira (dia 31 de março) às livrarias na Itália, defende as posições do Vaticano em relação ao aborto, preservativos, controle de natalidade, manipulação genética, além da homossexualidade, que ganhou uma seção inteira no Léxico.

O livro defende, na seção intitulada “Homossexualismo e Homofobia”, a idéia de que a atração por pessoas do mesmo sexo tem origem num “conflito psicológico não resolvido” e afirma que aqueles que querem garantir igualdade de direitos aos homossexuais “negam um problema psicológico que volta a homossexualidade contra o tecido social”. Em outro ponto do Glossário, os cidadãos que moram países onde o casamento gay é permitido são descritos como pessoas com “mentes profundamente perturbadas”. Ainda de acordo com o Léxico,“todas as críticas, todas as reflexões sobre a homossexualidade são vistas quase como uma blasfêmia, comparadas a um crime: o crime da homofobia”.

O Glossário foi definido pela comunidade gay que reagiu à sua publicação como uma nova cruzada anti-gay. O que milhares de cientistas do mundo todo tentam explicar, sem sucesso, há séculos, a Igreja define como um simples conflito psicológico que deve ser tratado. Enquanto pessoas sãs e inteligentes lutam para derrubar preconceitos de todos os tipos, o Vaticano vem a público afirmar tamanha asneira. Isso mostra claramente o grau de desatualização da Igreja Católica em relação aos tempos atuais, bem como explica a decadência da instituição nas últimas décadas.

Preferências sexuais não devem e não precisam ser explicadas, assim como fetiches, prazer, desejos, etc. Pelo mesmo motivo que alguém é heterossexual, outro alguém é homossexual. Além disso, acredito que o Deus católico não está interessado no que as pessoas fazem entre quatro paredes e com quem fazem. Eu lembro quando fui me confessas para fazer a Crisma – sim, já fui católico – e o padre perguntou quantas vezes eu me masturbava, fazendo com que eu visse a masturbação como a mais suja das coisas.

Eu pergunto a vocês: estaria Deus interessado no número de masturbações de uma pessoa ou, se for o caso, na posição usada para fazer o ato sexual? Duvido. Vale a pena lembrar que o celibato clerical foi imposto ao clero na Idade Média para que os padres não tivessem herdeiros e, assim, deixassem as riquezas com a Igreja. Eu diria que o Papa e seus parceiros deveriam rever seus conceitos. Estou farto dessa agressão gratuita ao comportamento sexual das pessoas, tentando criar uma imagem nojenta do ato sexual, e, principalmente, aos gays.

A Igreja sempre preferiu ser hipócrita e insistir em teorias já derrubadas a ver a realidade.Lembro-me também da absurda resposta de Madre Teresa quando questionada sobre a AIDS. Ela respondeu que “trata-se de uma retribuição justa à conduta sexual imprópria”. Comentário lamentável. Isso representa a ignorância e o atraso da Igreja Católica enquanto instituição e formadora de opiniões. O uso de preservativos, condenado pela Igreja, é outra vergonha. Acredito que certas implicâncias sejam fruto de uma certa inveja do clero para conosco porque eles estão limitados pelas suas crenças. Pesquisas apontam para o grande número de homossexuais dentro dessa instituição religiosa. A maioria desses religiosos são gays frustrados que não tiveram força suficiente para lidar com a própria homossexualidade e optaram por seguir a carreira religiosa apenas para usarem como pretexto para o fato de não possuírem um relacionamento conjugal.

A Igreja Católica e suas teses estúpidas já deveriam ter sido abolidas da sociedade há muito tempo, para o bem da humanidade. Precisamos ampliar nossa visão de mundo, nos livrar de idéias ultrapassadas e, acima de tudo, respeitar o ser humano independentemente de sua sexualidade.

Tiago ZUANAZZI TOMAZZONI CAXIAS DO SUL-RS BRASIL

 
4565
Loading. Please wait...

Fotos popular