Pravda.ru

Notícias » Mundo


G8 Prioridade é economia global

03.06.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os países membros do G8 estão a tentar reparar as diferenças causadas pelo ultraje à lei internacional no ataque ilegal e assassina dos Estados Unidos da América contra o Iraque. A Federação Russa tem estado a frisar que há mais em comum do que diferenças entre estes países e que só agindo em conjunto é que podem resolver os problemas mais importantes.

Presidentes Bush e Chirac sorriram perante as câmeras para mostrar ao mundo que, nas palavras do primeiro “podemos ter as nossas diferenças mas não quer dizer que temos de ser desagradáveis um com o outro”. As prioridades internacionais são a paz no Médio Oriente e a não-proliferação de Armamento de Destruição em Massa. Os líderes dos países no G8 (Federação Russa, Japão, Itália, França, Canadá, Alemanha, Reino Unido e EUA) apoiam a iniciativa de Presidente Bush na sua visita ao Egito, onde irá conversar com quatro líderes árabes sobre o plano de paz elaborado pelo Grupo de Quatro (ONU, Federação Russa, União Europeia e EUA).

Relativamente à economia global, o Primeiro Ministro britânico, Tony Blair, expôs outra das suas ideias direitistas, opinando que enquanto não houver reformas estruturais necessárias para combater as necessidades duma economia global, não irá haver crescimento. Entre as reformas são um aumento no custo de educação, e profundas alterações aos sistemas de pensões e serviços providenciados pelo Estado.

Os líderes não emitiram qualquer declaração sobre a desvalorização do USD contra o Euro (15% este ano) mas o Presidente da Comissão Europeia, Romano Prodi, afirmou que um G8 unido deverá criar o clima que favorece a estabilidade econômica.

No que diz respeito a África, a União Europeia prometeu doar um bilhão de USD por ano para complementar os 15 bilhões de USD em 5 anos providenciados pelos EUA para combater o flagelo da SIDA.

Yuri KULKOV PRAVDA.Ru Traduzido por Márcia Miranda

 
1981
Loading. Please wait...

Fotos popular