Pravda.ru

Notícias » Mundo


MNE Russo sobre relações entre a Federação Russa e a India

02.12.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

PERGUNTA: Como alto diplomata, como poderia comentar o carácter e o nível das relações entre a Rússia e a Índia na etapa actual? Que prioridades existem agora no diálogo russo-indiano?

A.YAKOVENKO: Convém constatar de imediato que as relações de parceria estratégica que se formaram nos últimos anos e a cooperação em numerosas áreas entre a Federação Russa e a República da Índia caracterizam-se pela tendência para uma maior consolidação e diversificação. A interacção com a Índia contribui para a formação de um mundo multipolar, que assegure a estabilidade estratégica e a segurança de todos os membros da comunidade internacional.

Ambas as partes acompanham com atenção o cumprimento e andamento dos acordos e entendimentos alcançados nas cimeiras em Nova Deli e em Moscovo e sublinharam o seu desenvolvimento construtivo e nível cada vez mais elevado. Nos encontros que se têm efectuado ao mais alto nível e de forma sistemática estão em foco os assuntos relacionados com o estado actual e as perspectivas da cooperação bilateral, assim como os problemas internacionais e regionais. Estão em vias de preparação documentos e convénios tendentes a ampliar e diversificar a base jurídico-institucional das relações russo-indianas.

Realizam-se contactos entre os conselhos de segurança e os ministérios dos Negócios Estrangeiros dos dois países. Importa aqui assinalar que a parte russa valoriza os resultados do trabalho do Grupo para o Afeganistão, assim como as consultas marcadas entre os Ministérios dos Negócios Estrangeiros sobre os assuntos internacionais e regionais. As reformas que se verificam no seio das Nações Unidas com vista a consolidar o papel desta organização internacional na arena mundial interessam tanto à Rússia como à Índia.

PERGUNTA: E que papel desempenham os laços económicos nas relações entre a Rússia e a Índia?

A.YAKOVENKO: Nas cimeiras russo-indianas celebradas em Nova Deli em 2000 e em Moscovo no ano seguinte foi dispensada muita atenção à ampliação e diversificação das relações económico-comerciais. No ano passado, o comércio entre os dois gigantes cifrou-se em 1,5 biliões de dólares.

Prossegue o trabalho sobre a concretização de grandes empreendimentos em tais ramos como o energético, metalúrgico, aeronáutica civil, investigação espacial, tecnologias de ponta.

Têm sido atribuída bastante importância às relações entre as regiões e unidades administrativas da Federação Russa e os Estados da Índia, mantendo-se as tendências positivas e atraindo cada vez mais os representantes do mundo empresarial, científico e social.

PERGUNTA: Como coordenam a Rússia e a Índia as suas acções na luta contra o terrorismo internacional?

A.YAKOVENKO: A Rússia e a Índia são unânimes quanto à união dos esforços da comunidade mundial na luta contra o terrorismo internacional como elemento do sistema global da contraposição a novos desafios e perigos. Os dois países debatem sistematicamente como reforçar a cooperação na oposição ao terrorismo global e ao narcotráfico à escala mundial e trabalham sobre a criação da base jurídico-institucional internacional para o combate a estes desafios.

Os dois países analisam em conjunto os desafios que se colocam actualmente à segurança. Levando em conta a multiplicação dos actos terroristas e subversivos, a propagação do extremismo religioso e separatismo nacionalista, torna-se consequentemente necessário encontrar respostas adequadas a estes fenómenos, redobrar os esforços de todos os países interessados, aprofundar a confiança política e militar, aplicar mais amplamente os métodos da diplomacia preventiva. PERGUNTA: Como encaram os dois países a normalização da situação no Afeganistão e, dum modo geral, a regularização dos actuais conflitos regionais e internacionais?

A.YAKOVENKO: A Rússia e a Índia dedicam uma séria atenção a todos os problemas referentes à normalização da situação no Afeganistão, à regularização abrangente da situação em torno do Iraque e no Médio Oriente no contexto da observância incondicional das resoluções do Conselho de Segurança da ONU, devendo esta organização internacional ter um papel-chave.

No que se refere à situação na Ásia Meridional, para a Rússia é muito importante que sejam normalizadas as relações entre a Índia e o Paquistão, o que está de acordo com os interesses nacionais dos dois gigantes desta região do mundo e pode contribuir para a consolidação da estabilidade e segurança no sub-continente da Ásia Meridional. Consideramos que o cumprimento dos compromissos assumidos por Islamabad no sentido de impedir a infiltração de elementos separatistas e extremistas no Estado de Jamu e Caxemira através da Linha de Controlo e no sentido de eliminar as suas infra-estruturas terroristas poderia criar as condições necessárias para retomar o diálogo pacífico entre os dois países em litígio.

© RIAN

 
5016
Loading. Please wait...

Fotos popular