Pravda.ru

Notícias » Mundo


Contra o golpe neoliberal

02.11.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Contra o golpe neoliberal. 23173.jpeg

O X Seminário Internacional de Luta contra o Neoliberalismo será realizado nos dias 6 e 7 de novembro na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e no Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), respectivamente. O evento, realizado anualmente, é em comemoração ao vigésimo quarto aniversário do Jornal INVERTA- fundado em 20 de setembro de 1991 na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), e que constituiu-se em uma referência da imprensa alternativa de cunho socialista no Brasil e na América Latina - na ocasião, também se comemorará os vinte e três anos da circulação ininterrupta do Granma Internacional de Cuba em língua portuguesa e onze anos do acordo da Prensa Latina com a Cooperativa INVERTA.

A atividade é organizada pelo Jornal Inverta, pelo Centro de Educação Popular e Pesquisas Econômicas e Sociais (CEPPES) e pela Rede de Economia Global e Desenvolvimento Sustentável (REGGEN).

Participam da atividade os diversos comitês que compõem o Movimento Nacional de Luta pelo Socialismo, assim como a Juventude 5 de Julho e uma série de entidades e movimentos sociais de todo o país.

No debate sobre os efeitos da crise do capital e a guerra imperialista pelo mundo participarão os representantes diplomáticos da Bolívia, Cuba, Síria e Venezuela. Discutindo a conjuntura brasileira, a tentativa de golpe neoliberal e a resposta dos movimentos sociais estarão destacados intelectuais e lideranças de movimentos sociais de todo o Brasil.

O ato de abertura será no auditório 11 (1º andar) da UERJ, na sexta-feira, dia 6 de novembro, às 18 horas, coordenado por Bianka de Jesus, editora e jornalista-responsável do Jornal Inverta e pelo historiador, Rafael Rocha, diretor da Inverta Cooperativa, e contará com a presença dos convidados internacionais e de diversos representantes de movimentos sociais e organizações políticas.

Os debates acontecerão no segundo dia, 7 de novembro, a partir das 8 horas, no ISERJ. A primeira mesa discutirá a crise do capital e a guerra imperialista. Será coordenada pelo editor do Jornal Inverta, Aluisio Bevilaqua, e pela pesquisadora do CEPPES, Julia Mariano Pereira. Os debatedores deste primeiro painel serão: Antonio Cícero Cassiano Sousa, professor do ISERJ e diretor do CEPPES; Beatriz Bissio, jornalista e professora-adjunta de Ciências Políticas da UFRJ; Edgar González Marín, cônsul-geral da Venezuela no Rio de Janeiro; Ingrid Sarti, professora de Relações Internacionais da UFRJ/IFICS e atual presidenta do Fórum Universitário do Mercosul; Nélida Carmona, cônsul-geral de Cuba em São Paulo; Shirley Orozco, cônsul-geral da Bolívia no Rio de Janeiro; e Theotonio dos Santos, presidente do CEPPES, doutor em Economia pela UFF e coordenador da Cátedra da UNESCO em Economia Global e Desenvolvimento Sustentável (REGGEN).

A segunda mesa, que tem como tema a crise do capital e o golpe neoliberal, começará às 11 horas, e terá como coordenadores Georgina Queiroz, do Centro Cultural Casa das Américas de Nova Friburgo, e Reimont Otoni, vereador no Rio de Janeiro pelo Partido dos Trabalhadores. Entre os debatedores convidados estarão: Aluisio Pampolha Bevilaqua, editor do Jornal Inverta, doutor em Educação pela UFC, pesquisador do CEPPES e membro do conselho da REGGEN e da Cátedra em Economia Global e Desenvolvimento Sustentável; Carlos Araújo, fundador do PDT, ex-preso político durante a ditadura militar e deputado estadual durante vários mandatos no Rio Grande do Sul; Eurico Figueiredo, professor titular de Assuntos Estratégicos e Relações Internacionais da UFF, colaborador permanente do Centro de Estudos Políticos e Estratégicos da Escola de Guerra Naval; Gaudêncio Frigotto, professor adjunto no PPFH/UERJ e doutor em Educação pela PUC/SP; Glauber Braga, deputado federal (PSOL-RJ) e atual presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados; João Vicente Goulart, atual presidente do Instituto Presidente João Goulart; Roberto Amaral, ex-ministro de Ciência e Tecnologia, e coordenador da Frente Brasil Popular; Wadih Damous, deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores, ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, da Comissão da Verdade/RJ e do Sindicato dos Advogados do Rio de Janeiro.

A terceira mesa, que terá início às 14 horas, debaterá a crise do capital e a resistência dos movimentos sociais ao golpe e à guerra, e será coordenada por Roberto Figueiredo, do Jornal Inverta e Ana Alice Teixeira Pereira, diretora do CEPPES. Os debatedores serão André Laino, professor da UENF (Universidade Estadual do Norte-Fluminense Darcy Ribeiro); Edson Munhoz, do Sindipetro-RJ e secretário de comunicação da CUT-RJ; Elton Lima, diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Alimentação de Pelotas e secretário de comunicação da CUT-RS; João Pedro Stédile, economista e dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Leonel Brizola Neto, vereador no Rio de Janeiro pelo PSOL; Orlando Guilhon, coordenador da Frente Brasil Popular e do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC); Osmarina Portal, dirigente do Movimento Nacional de Luta pelo Socialismo; e Roberto Kennedy Franco, professor adjunto da UNILAB (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira).

Em seguida haverá um ato de comemoração ao 24º aniversário do Jornal Inverta, 23 anos de circulação no Brasil do jornal Granma Internacional e 11 anos do Acordo da Inverta Cooperativa com a Agência de Notícias Latino-americana Prensa Latina. Serão entregues as comendas imprescindíveis a militantes e personalidades com decisiva contribuição na luta social.

Além do almoço cultural de adesão, haverá um ato cultural de encerramento com as presenças da Brigada de Cultura da Juventude 5 de Julho, Cia Em Parte, Companhia de Arte Inverta, Escola de Teatro Waldir Onofre, do músico Gonzalo, do ator Idioraci Santos, da cantora Imyra Chalar da Silva, do grupo de forró Originais do Sudeste, da cantora Marília Bevilaqua, do compositor e cantor, Pedro Monteiro, da Juventude 5 de Julho e do intérprete Zelito Alves.

Serviço:

 

X Seminário Internacional de Luta contra o Neoliberalismo

Data: 6 e 7 de novembro de 2015 - sexta e sábado

Locais: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) - sexta, dia 6; e no Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), sábado, dia 7.

Contatos para imprensa:

Tel: 21-2222-4070 e 21-2242-7754 - Jornal INVERTA

 

 
7751
Loading. Please wait...

Fotos popular