Pravda.ru

Notícias » Mundo


Os exercícios escandalosos da OTAN

02.06.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Os exercícios escandalosos da OTAN

Os exercícios cooperativos da Nato, chamados Lancer 09 do Longbow 09/Cooperative, realizados na área de treinamento de Vaziani que tiveram início a 6 de Maio estão a transformarem-se nos mais escandalosos da história.

Cerca de 700 recrutas de 13 países participaram nos exercícios militares na Geórgia. As manobras militares foram divididas em dois estágios com a primeira parte que são exercícios de comando-equipe entre funcionários de 6 a 19 de Maio. A tarefa principal seria melhorar a compatibilidade entre Estados-membros a nível das brigadas multinacionais que operam em durante situações de crise, relatou o ITAR-TASS. Os meios de comunicações modernos assim como equipamentos de inteligência foram usados para os exercícios. A segunda etapa previu 10 dias em campo com os soldados que praticam operações de peacekeeping a nível de batalhão.

Antes do início dos exercícios na Geórgia alguns Estados-membros e parceiros da Nato como a Arménia, Letônia, Estónia, Kazakistão, Moldávia, Servia e Suiça retiraram a sua participação nos exercícios.

Em Abril o Embaixador plenipotenciário da Rússia na NATO Dmitry Rogozin chamou as manobras militares da Nato na Geórgia de intervenção da aliança em assuntos internos de Estados, considerando a actual situação política quando a oposição Georgiana começou uma ampla acção de protestos; relatou o RIA Novosti. " De uma perspectiva exterior estes exercícios aparecem como a sustentação de Mikheil Saakashvili, e um desafio a oposição do país, e principalmente a Abakhasia, a Ossetia sul e a Rússia não podem aceitar essa situação. As tentativas de incentivo a Saakashvili parecem monstruosas no que diz respeito às vítimas sacrificadas no altar de sua ambição Napoleônica, " – enfatizou o diplomata do russo.

Em virtude desses factos Moscow sugeriu a Bruxelas o cancelamento dos exercícios. " A demonstração da NATO de cumplicidade com o regime Georgiano não ajuda àqueles que se esforçam realmente para a estabilidade no Cáucaso; - O ministro russo Sergey Lavrov disse aos parceiros da NATO para tirarem conclusões dos eventos de Agosto e para pensarem se não seria perigoso equipar a Geórgia com armamentos. Entretanto a resposta dos representantes da NATO foi de que os exercícios tinham sido programados há muito tempo e estavam dentro da parceria para o programa da paz. A NATO foi suficientemente cínica para convidar a Rússia a participar nos exercícios.

Naturalmente Moscow disse Não.

Como podem seus efectivos voltar à terra onde seus camaradas morreram numa chuva de balas?

 
2695
Loading. Please wait...

Fotos popular