Pravda.ru

Notícias » Mundo


Fim das operações em solo iraquiano

02.05.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Fim das operações em solo iraquiano

No quarto aniversário do discurso da ´missão cumprida´, a lei chegou a Bush no qual o presidente anunciava o fim das operações principais em solo iraquiano.

O presidente dos EUA, George W. Bush, vetou lei aprovada pelo Congresso de maioria democrata que determinava o início da retirada de tropas americanas do Iraque até outubro. Horas antes, Bush havia assegurado que fixar um calendário para saída das tropas semearia o "caos" no país.

"O sucesso no Iraque é essencial para a segurança dos povos livres em todas partes", afirmou o presidente em uma conferência de dirigentes dos países que participam da coalizão militar no país do Oriente Médio.

Durante sua visita a Tampa (Flórida), Bush também esteve no quartel-general do Comando Central, responsável pelas guerras no Iraque e no Afeganistão. O discurso e o veto coincidem com o quarto aniversário da proclamação da vitória nas principais operações militares no Iraque, em maio de 2003, a bordo de um porta-aviões em águas de San Diego.

Com o tempo, aquele discurso ficou conhecido - sarcasticamente - como o da "missão cumprida", em alusão à grande faixa com esses dizeres que foi pendurada na torre de comando do porta-aviões, enquanto o presidente discursava.

O líder democrata no Senado, Harry Reid, e a presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, assinaram nesta terça-feira, 1º, o projeto de lei com os termos da retirada e o enviaram imediatamente à Casa Branca.

Após a assinatura do projeto, Reid assegurou que a medida é "extremamente importante" e que um veto significa "negar recursos às tropas". "Precisamos de uma mudança de rumo na guerra", acrescentou Reid. Já Pelosi pediu a Bush que sancione o projeto e "escute os americanos" que desejam uma mudança de direção no conflito.

Cerca de 3.300 soldados americanos morreram nos quatro anos de guerra no Iraque.

Fonte Portal Estadão

 
2104

Fotos popular