Pravda.ru

Notícias » Mundo


Nem Taliban nem Criminosos Jihadidistas, Poder nas Mãos do Povo Afegão!

01.05.2019 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Nem Taliban nem Criminosos Jihadidistas, Poder nas Mãos do Povo Afegão!. 30906.jpeg

Nem Taliban nem Criminosos Jihadidistas, Poder nas Mãos do Povo Afegão!

Declaração da Associação Revolucionária das Mulheres do Afeganistão
(RAWA, na silga em inglês) nos sombrios dias 28 e 27 de abril de 2019

Traduzido por Edu Montesanti

Os dias nacionais de luto de 7 e 8 de Saur deste ano, coincidem com mais uma traição cometida pelos EUA após a traição de instalar os criminosos jihadistas, Sayyaf, Rabbani, Fahim, Zahir Qadir, Abdullah, Dostum, Ismael, Atta Mohammad, Mohaqiq, Qanooni, Khalili e outros, após a queda de seus lacaios do Taliban. Como previsto por nós e outros defensores da liberdade, os EUA retiraram o Taliban de sua lista de inimigos e agora estão tentando levá-los, esses assassinos cruéis de milhares de jovens afegãos e sujos lacaios do Paquistão, Catar e Arábia Saudita, ao poder ao lado de seus irmãos jihadistas, para que, como a brutal gangue de Gulbuddin, desempenhem o papel de devotos e perpétuos guardiães dos ganhos políticos e financeiros dos ocupantes americanos em nossa pátria.

Não há dúvida de que nosso povo está ardente na esperança da paz, mas fazer as pazes com os assassinos, saqueadores e mercenários do Taliban, que terão mais poder e privilégio do que antes, significa o retorno do fogo do inferno no qual nosso povo queimou durante o emirado islamita. Essa "paz" irá preparar o terreno para guerras ainda mais devastadoras e destrutivas. Os EUA cometeram essa traição por intermédio de Khalilzad com a intermediação de Karzai, jihadistas criminosos e elementos reacionários tais como Anwar ul-Haq Ahadi, Aziz Rafi, Shahnawaz Tanai, Soraya Dalil, Omar Zakhilwal, Nilab Mobarez, Hafiz Mansoor, Habiba Sarabi e Orzala Ashraf, Ghafoor Lewaal, Latif Pidram, Rasul Zalmai, Javid Kohestani, Shahla Farid, Noor ul-Haq Oloomi, Rangin Spanta, Sima Samar, atores da sociedade civil e seus semelhantes que implementarão este plano em Moscou, Doha ou em algum outro lugar.

Ao contrário das descaradas alegações de Fawzia Koofi, o sanguinário Taliban não mudou absolutamente nada sua natureza e não se tornou "interessante". O leopardo nunca perde suas manchas. Quando o Taliban chegar ao poder, em conjunto ou independentemente, seguirá os passos de Sayyaf, que disse durante os sangrentos e traidores anos jihadistas que a 'infiel' Cabul deveria ser queimada, e usará seu Ministério das Virtudes (The Ministry for the Propagation of Virtue and the Prevention of Vice of Afghanistan) além de decretos para vingar-se de mulheres, homens, idosos e jovens do Afeganistão. Os vende-pátria, prontos para renunciar à honra e dignidade por poder e dinheiro, aceitaram a ordem de seu mestre e padrinho, Khalilzad, e se ajoelharam diante do Taliban orgulhosamente agitando suas mãos ensanguentadas e orando atrás deles, com o Taliban em seus ataques ao nosso povo, entregando o Afeganistão aos seus mestres paquistaneses com as duas mãos.

Em tudo isso, Ashraf Ghani, que sentiu os tapas insultuosos dos EUA e cujos acordos covardes com a gangue de Atta e Mohaqiq não o levaram a lugar nenhum, está lutando desesperadamente com seus tolos conselheiros para sentar à mesa de negociações com o Taliban, apesar do fato de que os traidores do Taliban matam dezenas e centenas de soldados e civis todos os dias, incendiando distritos um após o outro e deslocando os desamparados habitantes. Ele tentou bater em todas as portas a fim de atingir esse objetivo, e seu pânico resultou na formação de um grupo de 250 pessoas e até mesmo no ridículo Taliban do ISI (inteligência paquistanesa).

É claro que ninguém espera que um governo fantoche sem base entre o povo e composto por fundamentalistas e tecnocratas alimentados pela CIA cujas únicas preocupações são usar bons laços e copiar porta-vozes americanos, queira ou seja capaz de varrer os criminosos e pessoas corruptas do governo, e armar o povo a uma batalha decisiva contra Taliban, ISIS e outros terroristas para limpar o Afeganistão dessa sujeira. Tal tarefa só é possível através da revolta do nosso povo, a destruição e remoção destes arquicriminosos das últimas quatro décadas levantando a bandeira da independência, liberdade e democracia sobre o corpo ferido do Afeganistão, no cativeiro dos religiosos e lacaios não-religiosos da CIA, do ISI e dos regimes religiosos opressivos de Irã, Arábia Saudita e Catar. Estes não são apenas slogans. Neste exato momento, mulheres e homens do Sudão e da Argélia estão lutando para jogar seus regimes despóticos e fundamentalistas no lixo da história, sem medo da opressão do governo. Por que nossa nação, que tem a orgulhosa história de resistir aos invasores ingleses e russos, não destrói os assassinos do Taliban e do ISIS, e seus parceiros?

Ao nosso povo, os talibans parecem "fortes" e "supremos", mas isso não é verdade. Deve-se à fraqueza, ineficiência, corrupção arraigada, à profunda influência dos agentes do Paquistão e do Irã, e ao governo mafioso criada pela CIA no governo de Ghani e Abdullah o fato de que os analfabetos, reacionários, medíocres e mais importante, os talibans criados pelo ISI, parecem poderosos. Além disso, a propaganda de autoridades e os meios de comunicação dos EUA que pintam o Taleban como "invencível", e alguns intelectuais dentro e fora do Afeganistão que os chamam de "força de resistência contra a ocupação", fizeram o Taliban parecer mais forte e mais poderoso.

Mas nosso povo sabe que, se o Paquistão detiver seu apoio ao Taliban, mesmo que por uma semana, suas costas se quebrarão e suas vergonhosas vidas se acabarão. Eles sabem que um grupo criado e alimentado por um governo reacionário, e que cometeu massacres terríveis, não pode e não deve estar no poder novamente e arrastar o Afeganistão de volta a vários séculos atrás. Nosso povo não esqueceu os massacres do Taliban nas áreas habitadas por Shamali e Hazara, o assassinato de todos os professores, estudantes e jornalistas, e o incêndio das escolas. Nós sempre dissemos que nosso povo nunca vai perdoar o Taliban, mas irá puni-lo, se não for por nada será pela destruição dos Budas de Bamyan, não importa o quanto forte seja o apoio que eles têm dos EUA ou do Paquistão.

É dever das forças democráticas e de busca por independência aprofundar e ampliar essa consciência, ódio e raiva, e organizar as massas de mulheres e homens para formar um movimento sustentável e triunfante. A participação das mulheres na luta contra os talibans e seus irmãos jihadistas é vital e decisiva. As mulheres devem saber que podem desempenhar seu papel histórico através de uma luta corajosa por independência, democracia e secularismo, contra o fundamentalismo o que nunca será possível com as mulheres da "CIA" correndo para a embaixada dos EUA e declarando lealdade a Khalilzad. Nossas mulheres lutadoras consideram essas ações repugnantes e veem lutadores como Malalai, Nahid, Meena e as mulheres do Irã, Curdistão, Turquia e outras como inspiração, e não se curvarão à tortura ou pressão do inimigo.

Nossos compatriotas que buscam a liberdade,

Com a inclusão do Taliban no poder, dias mais difíceis e mais horríveis nos aguardam, e não temos mais que duas opções: ceder com medo, covardia e humilhação, ou lutar valentemente e firmemente contra os criminosos Taliban e jihadistas traidores, e seus cúmplices. Vamos escolher o segundo caminho, e provar ao mundo que o povo do Afeganistão, enquanto o povo de Irã, Sudão, Argélia e outros países estão vivos, e sedentos de liberdade, democracia e justiça social, e removendo as manchas do sétimo e oitavo Saur da sua história.

Abaixo o Taleban e seus irmãos Jehadi e seus cúmplices!

Viva um Afeganistão independente e democrático, livre da praga do fundamentalismo!

Associação Revolucionária das Mulheres do Afeganistão
28 de abril de 2019

Foto: By Michael Evans, see stamp and name on roll #C12820 - THE PRESIDENT AT WORK/SIGNIFICANT EVENTS (file: c12820-32.jpg)https://www.reaganlibrary.gov/sites/default/files/archives/audiovisual/whphoto1983.pdf Roll #C12820 frame 32 (circled on the film) contact sheet by clicking on the blue linkhttp://www.corbisimages.com/stock-photo/rights-managed/U2105236/ronald-reagan-meeting-with-afghans, Public Domain, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=18880783

 

 
10069

Fotos popular