Pravda.ru

Notícias » Desporto


Convento: Aposentada realiza sonho

30.08.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Convento: Aposentada realiza sonho. 20788.jpeg

Com 61 anos, aposentada realiza o sonho de vida entrando para o Convento. 

A Igreja Católica celebra em agosto, o mês vocacional, onde cada domingo é dedicado a um chamado de vida específico, seja ele para vida religiosa, leiga e missionária, sacerdotal e matrimonial.

 

Na Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a mesma que a saudosa Irmã Dulce fazia parte e, que em Feira de Santana uma de suas casas está situada no bairro do Campo Limpo, um fato foge à regra do que costuma acontecer no cotidiano das ordens religiosas femininas, trata-se da aposentada Itana Muniz, que com 61 anos, afirma que irá se sentir realizada no dia que consagrar-se a vida religiosa, pois segundo ela, o desejo de ser freira surgiu entre os seus 18 e 19 anos.

Já como postulante, que é um dos períodos que toda mulher ou jovem que deseja ser religiosa tem que passar para discernir a vocação, Itana, que é aposentada como professora nos contou que a sua vocação foi despertada ainda jovem, porém ela tinha prioridades na vida, que era cuidar da mãe, mas mesmo assim, ela ressalta que a inquietação para vida missionária consagrada  sempre se fez presente em sua vida.

Dinâmica, a postulante que está em período de formação na Congregação que também fez parte o Anjo Bom da Bahia, disponibiliza seu tempo para trabalhar com famílias carentes e, sobretudo com reforço escolar para crianças, uma vez que a mesma já é aposentada como professora.

"Idade não é o problema para convivência, a cada dia que passo, eu aprendo com as mais novas e creio que as mais novas também aprendam comigo. O que vale é a força interior que eu carreguei durante esses anos todos e nunca permiti que o desejo acabasse", ressaltou.

Segundo o arcebispo metropolitano Dom Itamar Vian, o ingresso de Itana Muniz na Congregação não é uma situação comum, mas para ele, não é um fato anormal. "A decisão na vida de uma pessoa não tem idade, ás vezes pode fugir da normalidade, porém no caso da senhora que é postulante com 61 anos, a prioridade dela foi cuidar da mãe, e isso é o correto", disse.

Conforme o arcebispo, toda Congregação Religiosa, antes de acolher uma pessoa para ser formada e se tornar membro da Ordem, realiza antes todo um processo de conhecimento profundo da vida de quem pretende ingressar na Congregação. "Todos os casos, antes de definitivamente entrarem no Convento passam por um processo de investigação muito séria e isso não importa a idade da pretendente", explicou.

Para Dom Itamar, saber viver em comunidade é um dos fatores prioritários para fazer parte de uma Congregação Religiosa. "Uma pessoa que não consegue viver em comunidade, certamente não conseguirá adaptar-se à vida religiosa, esse é um critério primordial. O relacionamento com quem vive na mesma fraternidade, também é algo que não depende da idade, isso é uma questão de respeito um com o outro", pontuou, finalizando, "fui ordenado bispo com 42 anos e estava em uma Diocese que tinha padres mais velhos do que eu, logo, a questão de obediência não é e não será um problema para quem sabe viver uma comunidade".

 

Clécia Azevêdo

 

 
3991
Loading. Please wait...

Fotos popular