Pravda.ru

Notícias » Desporto


Viatchelav Fetissov: Embora eu já seja uma peça de museu ainda estou vivo

27.12.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Estes são alguns dos temas abordados a propósito do fim da temporada por Viatcheslav Fetissov, dirigente da Agência Federal para a Cultura Física, Desporto e Turismo, em entrevista à RIA "Novosti".

Segundo Fetissov, esta temporada foi de facto histórica para os tenistas. "Não creio que alguém possa vir a repetir em breve os resultados que nós alcançámos este ano", disse. "Ganhámos três dos quatro "Grand Slam" e já no fim da temporada conquistámos ainda a Taça da Federação". "Este êxito mostra uma vez mais que se houver uma atitude e métodos adequados de estruturação das relações na equipa, pode-se chegar a resultados que até há bem pouco nem sonhávamos"- disse Fetissov.

De acordo com o dirigente desportivo, no ano que está a findar foi feito um importante trabalho na área da Agência Mundial Anti-Doping, em primeiro lugar no que respeita à elaboração do código mundial anti-doping. No recente encontro dos ministros do Desporto dos países europeus em Atenas foi sublinhado o significativo avanço nesta área.

"O principal é que o trabalho de elaboração do código deixa de ser algo apenas próprio de especialistas para passar a ser um assunto de importância internacional, que é seguido com atenção pela UNESCO e pela ONU. Se em 2005 for adoptada a Convenção Geral Anti-Doping da UNESCO, esta organização pode vir a ser incluída no livro de recordes Guiness pela rapidez de realização de tal projecto global"- disse o dirigente da Agência Federal.

Ele sublinhou igualmente a importância da elevação do estatuto da Agência que dirige, que passou a ser subordinada directamente ao primeiro-ministro. "Tal testemunha o reforço do papel do Estado no desenvolvimento do desporto no país onde, segundo alguns dados, mais de um terço da população de uma ou de outra forma está ligada às actividades desportivas" - disse. A elevação do estatuto da Agência permitirá, nomeadamente, resolver de forma integrada tais questões fundamentais como o reforço do equipamento técnico das estruturas desportivas, a protecção social dos treinadores, dos atletas e de todos os trabalhadores do sector.

Finalmente, Viatchelav Fetissov disse estar pessoalmente satisfeito por a Federação Internacional de Hóquei o ter incluído este ano na lista dos mais insignes atletas da modalidade. "A minha participação no jogo de despedida do meu amigo Igor Ilarionov serviu para mostrar a mim mesmo que, embora eu já seja uma peça de museu, ainda estou vivo", disse com humor o dirigente desportivo.

Mikhail Smirnov observador desportivo RIA "Novosti"

 
2626
Loading. Please wait...

Fotos popular