Pravda.ru

Notícias » Desporto


Auto dos Físicos de novo no TCSB antes de partir em digressão

24.10.2018 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Auto dos Físicos de novo no TCSB antes de partir em digressão. 29760.jpeg

Auto dos Físicos de novo no TCSB antes de partir em digressão

Antecipando um novo período de digressão, A Escola da Noite apresenta no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, a 24 de Outubro, uma sessão de "Auto dos Físicos", a divertida farsa escrita por Gil Vicente há quase 500 anos. O espectáculo é uma co-produção com a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos e oferece uma prazerosa viagem à história da língua portuguesa. Estão igualmente marcadas duas sessões especiais para o público escolar.

 

Um padre "morre" de um amor não correspondido e quatro médicos (os "físicos") visitam-no à vez, sugerindo estranhos remédios. Brásia Dias, a parente que primeiro o tenta ajudar, um moço transformado em (fraco) alcoviteiro e um padre confessor que compreende "bem demais" o sofrimento do seu colega completam o leque de personagens desta farsa, que termina com uma "ensalada" poética e musical, com referências a outras peças do autor e a elementos do cancioneiro tradicional.

A peça apresenta caricaturas de pessoas concretas - os quatro "físicos" correspondem a pessoas que realmente existiam e que o público facilmente reconhecia - mas é também, como quase toda a obra de Vicente, um retrato da corte, da Igreja e da sociedade portuguesas do século XVI em Portugal.

 

Uma língua viva

Como sempre faz nas suas incursões vicentinas, A Escola da Noite conjuga uma abordagem cénica contemporânea com o respeito incondicional pelo texto original, sem concessões nem actualizações forçadas. Cabe às restantes linguagens postas em cena (o gesto, o movimento, a cenografia, os figurinos, os adereços, a música) o papel de ajudar a esclarecer os sentidos de algumas palavras que, ao longo dos 500 anos que nos separam de Gil Vicente, foram caindo em desuso. Para os casos mais difíceis, existe um glossário, distribuído gratuitamente aos espectadores, que inclui também, neste caso, algumas notas sobre o contexto histórico em que o texto foi escrito e sobre as pessoas reais que Vicente imortalizou. Esta opção acrescenta um atractivo adicional ao espectáculo: uma prazerosa descoberta ou redescoberta de palavras "estranhas" mas que fazem parte da vida e da riqueza da língua portuguesa.

Com encenação de António Augusto Barros, o espectáculo conta com as interpretações de Filipe Eusébio, Igor Lebreaud, Maria João Robalo, Miguel Magalhães e Sofia Lobo. O cenário recupera um objecto carismático da história da companhia - a caixa desenhada por João Mendes Ribeiro que tem acompanhado boa parte do percurso vicentino d'A Escola da Noite.

 

Co-produção com a Ordem dos Médicos

O espectáculo estreou em 2014, em co-produção com a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, no âmbito das comemorações dos 35 anos do Serviço Nacional de Saúde. Perante o convite que então lhe foi feito, a companhia não quis deixar de se juntar à mobilização em defesa daquela que é um das mais justas e importantes conquistas da democracia portuguesa. "Como a educação e a cultura, a saúde é uma das áreas em que o papel do Estado é essencial para garantir o desenvolvimento de uma sociedade mais humana, solidária e democrática" - escreveu A Escola da Noite na altura. Quatro anos depois, para além de reiterar este princípio, o grupo lembra que a escolha desta peça valoriza simultaneamente a importância intemporal da saúde e dos seus profissionais na vida das pessoas e o papel do humor e da arte na resistência às afrontas e na luta por um mundo melhor.

No âmbito desta co-produção, A Escola da Noite e a Ordem dos Médicos convidam todos os médicos da região a trazer amigos ao Teatro: na compra de um bilhete a preço normal, os médicos voltam a ter direito à oferta de um segundo bilhete para esta sessão no TCSB.

 

Digressão nacional

Com mais de 60 sessões apresentadas em 14 localidades de Portugal e Espanha e mais de 4 mil espectadores, este "Auto dos Físicos" retoma logo na semana seguinte a sua digressão nacional. Campo Benfeito (Castro Daire, Viseu), a 26 de Outubro (no espaço do Teatro do Montemuro), e Montalegre (no Auditório Municipal, na primeira edição do Festival de Teatro desta localidade), a 4 de Novembro, serão os próximos palcos para as divertidas "consultas" vicentinas.

 

COIMBRA

Teatro da Cerca de São Bernardo

 

TEATRO

Auto dos Físicos

de Gil Vicente

A Escola da Noite

 

 
5634
Loading. Please wait...

Fotos popular