Pravda.ru

Notícias » Desporto


Spartak multado em US$ 20 mil por um banner rascista

24.08.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Comitê de Disciplina da União de Futebol da Rússia (UFR) multou ontem (23) o Spartak de Moscou  em  US$ 20 mil por causa de uma manifestação xenófoba de sua torcida contra o atacante brasileiro Welliton.

- A decisão de punir o Spartak foi aprovada seguindo o regulamento da UFR – diz Vladimir Katkov, presidente do Comitê de Disciplina.
A punição "não é das mais duras, mas é suficientemente forte, justa e objetiva", declara Katkov, citado pela agência "Interfax".

O incidente que levou à punição disciplinar contra o Spartak aconteceu no dia 11 de agosto, durante o jogo disputado na cidade de Samara entre o Krylia Sovétov e o Spartak.

Quando Welliton, que foi contratado recentemente pelo Spartak, entrou em campo no segundo tempo, um grupo de torcedores estendeu um grande cartaz de caráter racista no setor das arquibancadas onde estavam torcedores do time de Moscou.

"A camisa 11 é apenas para Tíjonov. 'Monkey, go home' (Macaco, volte para casa)", dizia o cartaz direcionado a Welliton, por quem o Spartak pagou ao Góas US$ 6 milhões.

Welliton, de 20 anos, recebeu a camisa 11, que foi usada por Andrei Tíjonov, um dos grandes ídolos do Spatak. Tíjonov, de 36 anos, defende atualmente o Khimki

 
1334
Loading. Please wait...

Fotos popular