Pravda.ru

Notícias » Desporto


Angola aposta na participação da criança

22.08.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Angola aposta na participação da criança. 18757.jpeg

Angola aposta na participação da criança nos meios de comunicação social para a garantia do seu bem-estar

O Governo de Angola, através do Instituto Nacional da Criança (INAC) e o Centro de Formação de Jornalistas - CEFOJOR promove nos dias 21, 22 e 23 de Agosto em Luanda, o seminário sobre a comunicação de e para as crianças.

A iniciativa tem como objectivo dotar os jornalistas infantis e alunos de escolas primárias e secundárias de técnicas e ferramentas para melhor exercerem as suas actividades de comunicadores, bem como promover a criação de círculos de comunicação em todo o país.

QUEM: O Instituto Nacional da Criança e o CEFOJOR com o apoio do UNICEF.

O QUÊ: Realizam nos dias 21, 22 e 23 do corrente, o seminário sobre a comunicação de e para as crianças, dedicado a crianças jornalistas de todas as províncias do país e alunos de escolas do ensino primário e secundário. A cerimónia de abertura será presidida pelo Ministro da Comunicação Social, Dr. José Luís de Matos, na companhia da Director do INAC, Engª. Ruth Mixinge e da Representante Adjunta do UNICEF Angola, Dra. Amélia Russo de Sá.

 QUANDO: Dia 21 de Agosto de 2013 (Quarta-feira, às 9 horas)

 ONDE: Auditório do CEFOJOR

PORQUÊ:     É necessário dotar as crianças das 18 províncias do país de conhecimentos e técnicas de comunicação sobre a recolha e produção de informação sobre e para as crianças, para melhorar a participação e qualidade dos programas infantis, bem como promover a criação de círculos de comunicação de crianças a nível nacional.

A participação da criança é um dos principais direitos da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), juntamente com a sobrevivência, o desenvolvimento e a protecção. Angola ratificou a CDC em 1991.

Um estudo qualitativo sobre os programas radiofónicos infantis, realizado de Janeiro a Abril de 2006, em cinco províncias do país (Luanda, Moxico, Benguela, Huíla e Uíge) demostra que as crianças e os jovens são os actores mais indicados para desenvolver a comunicação com os seus pares, e representam potenciais transmissores de informação no seio das famílias e das comunidades. Assim, investir na formação e informação das crianças pode contribuir significativamente para a mudança de comportamento das famílias angolanas; a consolidação de uma sociedade mais democrática e participativa; e a promoção do bem-estar e desenvolvimento social.

 

UNICEF Angola

 

 
3475
Loading. Please wait...

Fotos popular