Pravda.ru

Notícias » Desporto


O Fundo Soberano de Angola divulga os Resultados Auditados de 2016

20.09.2017 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
O Fundo Soberano de Angola divulga os Resultados Auditados de 2016. 27345.jpeg

O Fundo Soberano de Angola divulga os Resultados Auditados de 2016

Resultado Líquido Positivo equivalente a 44 Milhões de USD

Ganhos de Capital nos Fundos de Private Equity para Agricultura e Infraestruturas

Concluído Processo de Adopção das Normas Internacionais de Relato Financeiro (IFRS)

Luanda, Angola, 19 de Setembro 2017 - Hoje, o Fundo Soberano de Angola (FSDEA), divulgou os seus resultados do exercício contabilístico de 2016, que reflectem a sua posição fiscal e a sua actividade de investimento durante o ano transacto.

A auditoria foi realizada pela Deloitte e Touche, de forma independente, pelo quarto ano consecutivo. Em 2016, o FSDEA apresenta um resultado líquido de 44 Milhões de USD, alcançando a rentabilidade pela primeira vez. A geração de lucros em menos de quatro anos desde o início das suas operações em Outubro de 2012 resulta de uma política de investimento prudente e do retorno positivo dos investimentos no ramo da agricultura e das infraestruturas.

Durante o período em análise, o Fundo Soberano de Angola também registou uma redução de despesas operacionais de 40%, em comparação com os níveis de 2015.

Ao 31 de Dezembro de 2016, os destaques da carteira de investimentos do FSDEA são os seguintes:

  • Os activos totais elevam-se de 4,75 Mil milhões de USD em 2015 para 4,99 Mil milhões de USD,
  • 58% da carteira total está dedicada a activos na África subsariana, 10% a América do Norte, 12% a Europa e 20% ao resto do mundo;
  • Os investimentos líquidos apresentam um resultado de 22 Milhões de USD
  • Os investimentos líquidos de rendimento fixo estão avaliados em 1,1 Mil milhões de USD, representando 22% da carteira total;
  • Os investimentos líquidos de rendimento variável estão avaliados em 695 Milhões de USD, representando 14% da carteira total;
  • Os investimentos de private equity aumentam 0,26 Mil milões de USD, desde 2015;
  • Os principais ganhos dos sete fundos de investimentos dedicados a private equity registam-se no Fundo para Agricultura (0,11 Mil milhões de USD) e no Fundo para Infraestruturas (0,18 Mil milhões de USD), que contrapõem a depreciação de capital de 0,03 Mil milhões de USD registadas nos cinco fundos restantes;
  • 433 Milhões de USD dos 2,7 Mil milhões de USD dedicados a investimentos de private equity estão investidos em Angola e na região da África subsariana; As despesas internas de operação estão 40% mais baixas que as de 2015;
  • Não foi realizada nenhuma dotação adicional de capital pelo Executivo Angolano.

Sobre o desempenho do registado, José Filomeno dos Santos, PCA do FSDEA, afirma, "O Fundo Soberano de Angola alcançou a rentabilidade financeira em menos de três anos de actividade, apesar do contexto difícil de investimento que se regista internacionalmente desde 2013. Os ganhos de capital dos activos do FSDEA confirmam um progresso inquestionável na implementação da política de investimento traçada pelo Executivo Angolano. Orgulhamo-nos pela valorização registada nos investimentos de private equity nos ramos da infraestrutura e da agricultura, onde predominam activos importantes para a República de Angola, como o primeiro porto de águas profundas de Cabinda e as fazendas agropecuárias de larga escala. Em 2016, estes activos contribuíram bastante nos resultados líquidos do Fundo Soberano de Angola."

Em 2015, o FSDEA foi autorizado pelo Ministério das Finanças a implementar um processo gradual de adopção das Normas Internacionais de Relato Financeiro (IFRS). A adopção completa do IFRS pelo Fundo Soberano de Angola foi concluída em 2016. Os registos contabilísticos do FSDEA passarão a ser preparados e apresentados em conformidade exclusiva com as IFRS. O Fundo Soberano de Angola é a primeira instituição angolana a demostrar o elevado nível de exigência, divulgação e transparência imposto pelas Normas Internacionais de Relato Financeiro. Os resultados divulgados em 2016 são totalmente compatíveis com o uso das IFRS numa base consolidada.

O FSDEA também dedica até 7,5% do seu capital a programas de desenvolvimento social que têm produzido ganhos socioeconómicos para diversas comunidades e regiões de Angola. A Missão Social do FSDEA apoia ONGs nos ramos da formação profissional, autossustento, acesso à água e serviços de saúde. Este apoio tem sido fundamental para o trabalho de organizações como a World Vision, People in Need, Medici Con L'Africa, Globethics, a African Innovation Foundation e várias outras nas zonas remotas e periurbanas de Angola.

" Durante os próximos anos, alcançaremos uma valorização crescente dos fundos de private equity nos ramos da infraestrutura e da agricultura e prevemos que os restantes cinco fundos alcançarão o equilíbrio financeiro. Por outro lado, os investimentos líquidos têm registado ganhos sólidos, apesar da posição conservadora adoptada pelo FSDEA em relação ao mercado financeiro internacional. Em geral, o Fundo Soberano de Angola apresenta hoje resultados satisfatórios, face ao contexto macroeconómico nacional difícil, marcado pela desvalorização da moeda e a volatilidade do preço do internacional do petróleo bruto. Reconhecemos que, Angola constituiu um fundo soberano africano de referência, num período relativamente curto, que já se encontra bem posicionado para continuar a crescer," concluiu José Filomeno.

-FIM-

Sobre o Fundo Soberano de Angola

O Fundo Soberano de Angola (FSDEA) é um Fundo Soberano pertencente integralmente ao Estado da República de Angola. O Fundo está estabelecido em conformidade com padrões de referência internacionais de governança e desenvolve uma carteira de investimento num número variado de sectores e classes de activos, de acordo com a política de investimento e as directrizes estabelecidas pelo Estado. Ao privilegiar investimentos que geram retornos financeiros a longo prazo e que são socialmente potenciadores, o FSDEA desempenha um papel importante na promoção da prosperidade sócio-económica de Angola, gerando riqueza para os angolanos.

 

 
7320
Loading. Please wait...

Fotos popular