Pravda.ru

Notícias » Desporto


Materazzi diz que não chamou «terrorista» a Zidane

11.07.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Materazzi diz que não chamou «terrorista» a Zidane

Marco Materazzi diz que não chamou «porco terrorista» a Zidane, nos momentos que antecederam a agressão de que foi alvo por parte do jogador francês. O defesa italiano diz que é «ignorante» e nem sabe o que significado da palavra.

«Não é verdade, não lhe chamei terrorista. Sou ignorante e nem sei o que isso quer dizer», afirmou Materazzi, citado pela agência italiana Ansa. Quanto ao que realmente aconteceu, o jogador não adianta muito mais: «Toda a gente viu o que aconteceu em directo na TV.»

Esta versão sobre o insulto de Materazzi a Zidane foi defendida pelo SOS Racismo em França. «De acordo com várias fontes bem informadas do mundo do futebol, parece que o jogador italiano Marco Materazzi chamou a Zinedine Zidane «porco terrorista», afirmou a organização num comunicado em que exigia uma investigação da FIFA sobre o caso.

Ao jornal italiano Gazzetta dello Sport Materazzi confirmou que insultou Zidane, mas apenas com um insulto «habitual» em campos de futebol. «Segurei a camisola dele durante alguns segundos, ele virou-se para mim, olhou-me com arrogância, de alto a baixo, e disse: «Se queres a minha camisola, dou-ta no fim». Respondi-lhe com um insulto, é verdade», afirmou, dizendo que foi um «insulto daqueles que se ouvem dezenas de vezes e às vezes nos escapam no campo», Também nega que tenha insultado a mãe de Zidane, porque «a mãe é sagrada».

Zidane mantém-se em silêncio sobre o incidente, que aconteceu durante a segunda parte do prolongamento da final do Mundial 2006 e resultou na expulsão do número 10 francês, que terminou assim a sua carreira.

Segundo "Mais Mundial 2006"

 
1786
Loading. Please wait...

Fotos popular