Pravda.ru

Notícias » Desporto


Brasil vitorioso

08.08.2011 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Brasil vitorioso. 15407.jpegO XXII Sul-Americano Sub-17 ficou nas vitrines brasileiras. O Brasil acabou dando una virada no histórico mais recente dos torneios juniores da categoria, vencendo em duas oportunidades aos argentinos e conseguindo o título de Campeão vestido de fraque e gravata borboleta pois foram invictos no Continente.

Os jogos "mais difíceis" para os verde-amarelos foram o primeiro dos dois perante os outros grandões do continente, Argentina 56 - 51; os uruguaios, que sob a chefia do Fernando "Feiticeiro" Cabrera como treinador tinham incomodado bastante com várias vitórias "celestes" nos últimos torneios 54 - 45 e os anfitriões da Colômbia, 63 - 53. O resto, até a própria final com os alvi-celestes foram quase treinos exigentes 74 - 48.

 

Alguns dados estadísticos para todos aqueles que gostam da pesquisa esportiva.

 

O torneio teve como sede o Coliseu Toto Hernández.

 

Preço dos ingresos.

 

Arquibancadas: Norte e Sul: $ 6.000.(moeda colombiana)

Arquibancada: Ocidental: $ 8.000.

Arquibancada: Oriental: $ 10.000.

  

1ª. Rodada - Sábado 16 de Julho de 2011

BRASIL 69 vs. PARAGUAI 40

ARGENTIN 67 vs. CHILE 51

COLÔMBIA 74 vs. EQUADOR 52

URUGUAI 67 vs. VENEZUELA 64

 

BRASIL SEM SUFOCOS NA ESTRÉIA

Brasil teve uma vitória ampla 69 - 40 vencendo aos paraguaios, que espalhou muita esforço na quadra mas não foi bastante para incomodar o gigante Sul-Americano.

Os resultados dos quartos foram os seguintes: 1º 14 - 5, 2º 12 - 7, 3º 28 - 17 e 4º 15 - 11 que tiram dúvidas quanto à força do Brasil.

Leonardo Demetrio (Brasil) com 21 pontos e Fernando Dose (Paraguai) com 15 pontos foram os cestinhas dos times.

2ª. Rodada - Domingo 17 de Julho de 2011

16 h - VENEZUELA 68 - PARAGUAI 51

18 h - ARGENTINA 63 - EQUADOR 49

20 h - BRASIL 74 - CHILE 44

22 h - COLÔMBIA 43 - URUGUAI 41

 

BRASIL ESMAGOU O CHILE

 

Brasil garantiu a segunda vitória no torneio perante os trás-andinos chilenos com diferença ampla 74 x 44.

Os resultados dos quartos foram os seguintes: 1º 19 - 10; 2º 19 - 12; 3º 20 - 14 e 4º 16 - 8.

Nesse instante do torneio Brasil, Argentina e Colômbia ficaram no cume DO Sul-Americano após as duas primeiras vitórias.

 

3ª. Rodada - Segunda 18 de Julho de 2011

14 h - BRASIL 100 - VENEZUELA 47

16 h - EQUADOR 65 - PARAGUAI 47

18 h - URUGUAI 60 - ARGENTINA 38

20 h - COLÔMBIA 66 - CHILE 61

 

TOMBADA BRASILEIRA PERANTE OS VENEZUELANOS

 

Brasil arrasou a Venezuela no terceiro jogo do torneio, atingindo os cem pontos e deixando os rivais na conta de 47. Os resultados dos quartos foram:

1º 19 - 18; 2º 17 - 11; 3º  34 - 7; 4º  30 - 11.          

 

Os venezuelanos começaram andando acima dos trilhos ficando o primeiro quarto apenas um ponto por baixo dos brasileiros 19 - 18 e imaginando que os amantes do basquete no Toto Hernández iam assistir um jogo equilibrado, sentimento que continuou nas arquibancadas até o final do segundo quarto, na hora que o resultado era favorável para os brasileiros apenas por sete pontos. 36 - 29.

Já no início da segunda metade, no amanhecer do terceiro quarto, os brasileiros foram bem mais fortes nos dois garrafões, fundamental no basquete sempre pois garante uma fugida rápida no contra ataque, concretizando na maioria das oportunidades de forma facílima e quase sem resistência do rival.

Demetrio Leonardo (22 pontos) e Artur Fernandes (13 pontos) foram os cestinhas naquela noite-tarde cucutenha. Por enquanto, o melhor venezuelano foi o Jesús Medina conquistando uma dúzia de pontos e segurando 9 rebotes, 5 no ataque.

 

4ª. Rodada - Terça 19 de Julho de 2011

14 h - ARGENTINA 84 - PARAGUAI 33

16 h - CHILE 54 - EQUADOR 48

18 h - BRASIL 54 - URUGUAI 45

20 h - COLÔMBIA 78 - VENEZUELA 70

 

BRASIL SOFRE PARA VENCER URUGUAI

 

No penúltimo jogo da rodada Uruguai esteve pertinho de estragar a festa dos brasileiros oferecendo-lhe mais uma surpresa ao torneio pois já tinha esmagado aos vizinhos do Rio da Prata, 60 - 38, na rodada prévia.

Até o final do terceiro quarto houve equilibro total no placar: 34 pontos cada.

Cinco bolas perdidas dos uruguaios no início do último quarto foram a razão para os brasileiros esticar gradativamente o resultado final até a vitória. Foi fundamental a saída por cinco faltas do experiente armador "celeste" Luciano Parodi que na Liga Uruguaia 2010 - 2011 com apenas 15 anos já foi super importante em várias partidas vestindo a camisa do time da coletividade judia, a Associação Hebraica Macabi.

 

Os resultados dos quartos detalham-se a seguir:

1º 12 - 11; 2º 5 - 10; 3º 17 - 13; 4º 20 - 11.

Eles acabam refletindo os comentários antecedentes.

 

5ª. Rodada - Quarta 20 de Julho de 2011

14 h - URUGUAI 60 - EQUADOR 47

16 h - CHILE 66 - PARAGUAI 52

18 h - ARGENTINA 93 - VENEZUELA 57

20 h - BRASIL 63 - COLÔMBIA 53

 

BRASIL PULA A BARREIRA DO ANFITRIÃO

 

No início da quinta rodada, mantinham-se invictos Brasil e Colômbia que iam jogar no último jogo da Quarta 20 de Julho no Toto Hernández.

Após a campainha do final da partida tocar, Brasil era o único invicto do Campeonato após a vitória perante os colombianos.

A seleção da Colômbia mostrava-se perdida na quadra quanto tinha a ver com os arremessos de longa distância além de uma tarefa bem desenvolvida pelos jogadores Demetrius Conrado e Felipe Braga, o primeiro, virando "Rei" nos cristais e provocando saídas rápidas rumo ao garrafão colombiano e o segundo encarregado da posse e administração da bola.

 

Os anfitriões reagiram no encerramento do primeiro quarto, diminuído a vantagem inicial para apenas quatro pontos 16 - 12, baseados no jogo do Brayan Angola e Tonny Trocha.

Essa pressão que jogaram os colombianos em cima dos brasileiros continuou logo no segundo quarto, até ficar bem próximos no placar, 30 - 28,

No terceiro quarto, houve cachoeira de erros colombianos que deslocou vários arremessos e até perderam oportunidades ótimas de concretizar pontos na argola brasileira. O parcial desse instante foi 13 - 4 para os brasileiros que refletem o agir dos anfitriões na cesta rival, apenas quatro pontos. No final do jogo, nada mudou, só o quinteto brasileiro pois o treinador mandou fazer rodízio de jogadores na quadra. Cinco vitórias brasileiras em cinco rodadas.

 

6ª. Rodada - Quinta 21 de Julho de 2011

14 h - VENEZUELA 59 - EQUADOR 53

16 h - CHILE 71 - URUGUAI 60

18 h - BRASIL 56 - ARGENTINA 51

20 h - COLÔMBIA 59 - PARAGUAI 48

 

BRASIL VENCE O OUTRO GRANDÃO

 

Os argentinos que ficaram na frente no início do jogo perante o Brasil, acabaram perdendo após virada do clássico rival do continente seja qual for o esporte.

Os resultados dos quartos foram: 1º 10 - 16; 2º 7 - 6; 3º 20 - 13 e 4º 19 - 16.

 

7ª. Rodada - Sexta 22 de Julho de 2011

14 h - URUGUAI 90 - PARAGUAI 61

16 h - BRASIL 57 - EQUADOR 39

18 h - VENEZUELA 69 - CHILE 64

20 h - ARGENTINA 60 - COLÔMBIA 53

 

BRASIL DESCONTRAIDO VENCE O EQUADOR

 

A seleção brasileira que já tinha garantido uma vaga na final perante Argentina ou Colômbia, administrou o jogo perante os equatorianos que até esse instante tinham conquistado uma vitória só perante os paraguaios 65 - 47..

Brasil acabou vencendo o Equador 57 - 39, resultado que reflete que o esforço dos verde-amarelos foi mínimo para derrotar aos equatorianos que terão feito o maior esforço percebendo que os brasileiros não iam investir muita energia no jogo.

Os resultados dos quartos foram: 1º 12 - 8, 2º 16 - 6; 3º 17 - 13 e 4º 12 - 12.

Artur Fernandes (Brasil) foi cestinha do jogo concretizando 12 pontos na argola equatoriana. Por enquanto, o Rodrigo Haro foi o equatoriano com 11 pontos.

Esse jogo aconteceu no 3º turno e o finalista que ia acompanhar aos brasileiros no encerramento do Sul-Americano ia surgir do confronto Argentina x Colômbia. Os dois suando demais para conseguir a conquista mas dando-lhe vantagens aos brasileiros no jogo do dia seguinte.

Uma seleção argentina que não foi das melhores, mínimo se levamos em consideração os resultados, acabou sendo o rival dos brasileiros vencendo os anfitriões 60 x 53.

 

8ª. Rodada - Sábado 23 de Julho de 2011

13 h - PARAGUAI 56 - EQUADOR 42

15 h - CHILE 65 - VENEZUELA 53

17 h - COLÔMBIA 51 - URUGUAI 43

19 h - BRASIL 74 - ARGENTINA 48

.  

BRASIL LETAL PERANTE ARGENTINA NA FINAL

 

Brasil acabou quebrando a hegemonia da Argentina nos últimos Sul-Americanos Juniores de Basquete e arvorou o caneco de Campeão invicto do XXII Sul-Americano Sub-17 Masculino que encerrou o Sábado 23 de Julho no Coliseu Toto Hernández de Cúcuta (antigo Estádio Rojas Pinilla que foi sede do Primeiro Sul-Americano Júnior com Argentina Campeão, Brasil Vice e Uruguai levando o Bronze para casa em agosto de 1955).

Os brasileiros esmagaram mais uma vez um rival no torneio mas desta vez e como sempre acontece perante os argentinos, com um sabor extremamente especial pois trata-se do outro gigante do continente.

O jogador brasileiro Evandro Ramos, concretizou três arremessos de três pontos, foi o cestinha do jogo com 23 pontos e o jogador de maior valia dessa final.

Os argentinos sob chefia do treinador Eduardo Jàpez nada conseguiram nesse jogo perante os jogadores do colega Demetrius Conrado que salientou após o final do jogo que a partida brasileira tinha sido "perfeita", com defesa intensa, arremessando muito bem de longa distância e até nas redondezas do garrafão.

O balance brasileiro foi maravilhoso vencendo nos oitos jogos do Sul-Americano. Aliás, Argentina perdeu 3 nessas oito rodadas, duas vezes com o Brasil e uma outra e de jeito ruim com os uruguaios. Desta vez os "Clássicos do Continente" não ficaram como quase sempre nos últimos anos na vitrine alvi-celeste.

 

No jogo do 3º turno da última e oitava rodada, os anfitriões colombianos venceram uma outra vez no torneio aos "charruas", 51 - 43 (o primeiro jogo tinha encerrado 43 - 41).

O balance colombiano que voltou nas telas após muito tempo, foi excelente, vencendo em meia-dúzia de jogos perdendo apenas dois, perante o Brasil e Argentina.

Com os resultados da última rodada, Brasil, Argentina e Colômbia garantiram vagas para o Pré-Mundial da categoria.

 

O Presidente da Federação Colombiana, Jairo Romero, remarcou que com a classificação da Colômbia para o Pré-Mundial quebrou-se a tradição Sul-Americana dessa trindade de quase sempre, Brasil, Argentina e Uruguai,

 

Conseguimos classificar para o Pré-Olímpico Feminino Adulto, conquistando o Bronze em Santiago de Chile, em agosto de 2010, aliás, para os Pré-Mundiais Sub-17 Feminino e Masculino, conseguindo o ouro em Pasto (Colômbia) no Feminino, em junho de 2011 e agora o Bronze em Cúcuta no Masculino, remarcou logo.

 

As conquistas teriam que fazer que a COLDEPORTES, o COMITÊ OLIMPICO COLOMBIANO (COC) e os próprios INDER MUNICIPAIS, oferecesse apoio para o basquete e ao resto das 51 Federações.

O Presidente confirmou que por falta de orçamento é impossível conhecer quando vai começar a concentração.

Os jogadores colombianos comemoraram com extrema alegria a vitória em cima de Uruguai e acabou garantindo a sua vaga para o Pré-Mundial que ainda não tem data marcada.

O treinador brasileiro Demetrius Conrado, foi lançado no ar por conta dos jogadores nessa comemoração do título de Campeão no Toto Hernández cucutenho.

 

Chile ficou com a quinta vaga do Sul-Americano vencendo a Venezuela 65 - 53, retribuindo gentilezas da Sexta 22 de Julho pois tinha perdido 69 - 64.

Houve mais uma cobrança no início da oitava rodada na hora que os paraguaios venceram aos equatorianos 56 - 42. Eles tinham perdido na 3ª. Rodada, Segunda 18, com vitória do Equador 65 - 47. Dessa forma o Equador ficou no último lugar do Sul-Americano.

 

CLASSIFICAÇÃO DO XXII SUL-AMERICANO MASCULINO SUB-17

 

1.- Brasil            

2.- Argentina   

3.- Colômbia  

4.- Uruguai  

5.- Chile 

6.- Venezuela

7.- Paraguai

8.- Equador

 

DESTAQUES DO SUL-AMERICANO

 

Melhor reboteiro: Hernando Cáceres (Uruguai) - 94 (69 na defesa)

Cestinha de dois pontos - Pablo Barraza (Chile) - 148 pontos

Cestinha de três pontos - Pablo Barraza (Chile) - 81 pontos (27 triples)

Jogador de maior valia - Evandro Ramos (Brasil) - 23 pontos

 

O PRAVDA agradece as matérias dos jogos encaminhadas pelo Chefe de Esportes do jornal LA OPINIÓN de Cúcuta, Sr. Pedro Jáuregui e ao Gerente Geral José Eustárquio Colmenares O, quem aprovou a parceria e foi nossa fonte de informação.

 

Contribuíram com as fotos no decorrer do torneio, os fotógrafos do Jornal LA OPINIÓN da cidade de Cúcuta, anfitriã do Sul-Americano,

 

Laura Soto, Juan Pablo Bayona, Pablo Cohen, Reicarmyr Cañizares, Édgar Cusgüen e Schneyder Mendoza.

 

Gustavo Espiñeira

Correspondente PRAVDA.ru

Montevidéu - Uruguai

 
16894
Loading. Please wait...

Fotos popular