Pravda.ru

Notícias » Desporto


Manchester City: Gastar, gastar

04.11.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Manchester City começou a temporada com grandes esperanças. Roberto Mancini substituiu Mark Hughes como técnico da equipe, a nova força de ataque Sul Americana de Roque Santa Cruz e Carlos Tevez prometeu que devastaria a Premier League. Agora Santa Cruz parece estar rumo a voltar a trabalhar com Hughes no Fulham FC.

Apesar de gastar centenas de milhões de libras em jogadores desde 2008, o Manchester City FC parece estar a lutar pelo quarto lugar na Premier League, com o Tottenham Hotspur FC (Londres), deixando os três primeiros lugares para o Arsenal e Chelsea de Londres e o vizinho maior na mesma cidade, Manchester United.


Após a aquisição pelo Abu Dhabi United Group, em agosto de 2008, o Manchester City FC gastou 355 milhões de libras em jogadores sensacionais ... e o valor deve crescer exponencialmente no mercado de transferência em Janeiro. Entre as maiores contratações para o clube de Eastlands foram Robinho (o atacante brasileiro que quebrou o recorde britânico de transferência em 2008/9, de 32,5 milhões de libras esterlinas), na mesma temporada, Nigel de Jong (16m. GBP), Craig Bellamy (14m. GBP), Wayne Bridge (10m. GBP) e Shay Given (5.9m. GBP).


Em 2009/10, mais 117m. GBP foi gasto em jogadores como Gareth Barry (12m. GBP), Roque Santa Cruz (17,5 milhões. GBP), Kolo Toure (16m. GBP), Joleon Lescott (22m. GBP) Emmanuel Adebayor (25m. GBP) e Carlos Tevez (25,5 GBP m.).


2010/11: David Silva (24m. GBP), Aleksandr Kolarov (19m. GBP), Yaya Toure (25.5 m. GBP), Jerome Boateng (10.5m. GBP), Fernando Torres (70m. GBP), James Milner (26m. GBP).


O total é de 355m. GBP pela aquisição dos jogadores, 487.8m. GBP em salários, o custo de aquisição do clube, mais 210m. GBP e 20m. GBP gasto na melhoria do estádio e do campo de formação ... e Sheikh Mansour de Abu Dhabi já gastou mais de um bilião de libras esterlinas.


Para quê?
Roque Santa Cruz quer sair. Ele não consegue um lugar no sistema de Mancini, de um atacante a jogar à frente de um meio-campo embalado e com a City vasculhando o mercado de transferências de Janeiro por um atacante de primeira classe (possivelmente o bósnio Edin Dzeko de Wolfsburg, Alemanha), o atacante paraguaio afirma que "eu não estou começando nem a jogar tempo suficiente para convencer ninguém e minha prioridade é deixar no mercado de transferências de Janeiro ".


Mas não é só Santa Cruz, que revelou que seu companheiro de equipa Carlos Tevez está ansiando para voltar para casa na Argentina: "Ele quer ver o seu povo, que estão na Argentina". Santa Cruz considera que "o objetivo da City deve ser a de estar entre os quatro primeiros. Estamos abaixo do nível de quem vai lutar pelo título". Depois de gastar mil milhões de libras?


Aleksei Federov
Pravda.Ru

 
2946
Loading. Please wait...

Fotos popular