Pravda.ru

Notícias » Desporto


Sahara Ocidental - a última colónia africana

03.04.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Sahara Ocidental - a última colónia africana. 21914.jpeg

No próximo dia 9 de Abril, pelas 18h30, decorrerá na Fundação José Saramago uma sessão informativa sobre a situação atual no Sahara Ocidental.

Fundação José Saramago

Dia 9 de Abril, 18h30

O evento contará com a participação de Ahmed Fal, Delegado da Frente Polisário em Portugal e Isabel Lourenço - a ativista dos direitos humanos que no passado mês de Fevereiro foi expulsa à força deste território pelas autoridades marroquinas (episódio que foi amplamente noticiado pelos meios de comunicação nacionais). Isabel Lourenço acaba de regressar de Genebra, onde participou na 28.ª sessão ordinária do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, que decorreu no passado mês de Março, onde procurou denunciar as consequências da ocupação marroquina para a população saharaui.

Para esta sessão informativa estão também já confirmadas as presenças de Jose Manuel de la Fuente, Presidente da Fundación Sahara Occidental, sediada em Espanha, de um ex-preso político saharaui e do fotógrafo Carlos Morganho, que terá oportunidade de mostrar parte do seu trabalho realizado nos campos de refugiados saharauis.

Ainda durante este mês de Abril vai realizar-se uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, onde se espera que possam ser tomadas decisões importantes para o Sahara Ocidental, ocupado por Marrocos desde 1975. Justifica-se, assim, a pertinência da realização deste evento, no sentido de informar e sensibilizar os cidadãos portugueses para a realidade de um país vizinho (em linha reta, a capital El Aaaiun fica mais próxima de Lisboa do que, por exemplo, Paris) e cuja história de colonização apresenta muitas semelhanças com a de Timor Leste, que mobilizou milhares de pessoas em Portugal.

Haverá oportunidade para se ficar a conhecer um pouco da história e da cultura deste povo, mas principalmente para se debaterem questões como a situação nos campos de refugiados e nos territórios ocupados, a exploração ilegal dos recursos naturais da região, o contexto em que se encontram os presos políticos e as suas famílias, as constantes violações dos direitos humanos, nomeadamente no que respeita às mulheres e às crianças, a falta de liberdade de expressão, entre outros temas.

Depois das comunicações dos participantes, a assistência terá toda a liberdade para fazer as perguntas que entender e será informada de como poderá contribuir de forma ativa, através de pequenos gestos concretos, para quebrar o silêncio e não deixar cair no esquecimento a última colónia africana.

Se necessitar de mais informação que considere pertinente ou desejar agendar entrevistas com algum dos intervenientes nesta sessão, não hesite em contactar-nos. Agradecemos também a confirmação da sua presença. Com os melhores cumprimentos

 

Isabel Lourenço

964270980

 

Helena Brandão

966616753

 

 
3738
Loading. Please wait...

Fotos popular