Pravda.ru

Notícias » São Tomé


A cólera já chegou ao Príncipe

30.12.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As autoridades sanitárias não explicaram como foi possível o vírus da cólera chegar a ilha do Príncipe, mas o facto é que já chegou. E receando uma contaminação maior, já foram accionados todos os mecanismos para evitar uma eventual propagação da doença.

Uma equipa sanitária munida de todos os meios materiais e medicamentos foi enviada rapidamente para a região autónoma do Príncipe destinada a fazer o ponto da situação e, consequentemente, controlar a doença.

José Manuel Carvalho, coordenador do programa de luta contra a cólera em balanço mais recente feito esta terça feira disse que já morreram 25 pessoas e 1600 outras foram infectadas por doença que está a fustigar o arquipélago desde de Outubro deste ano.

Apear deste alastramento, as autoridades continuam a afirmar que a epidemia não fugiu ao controlo das autoridades.

“Uma coisa é a epidemia estar sob controlo e outra coisa é a epidemia estar controlada. Estamos com um surto epidémico e nunca dissemos que a epidemia está controlada”, justificou o médico José Manuel Carvalho para sublinhar que “o facto desta doença estar sob controlo não significa que não surjam um ou outro caso”.

O coordenador do programa nacional de luta contra a cólera reconheceu que as diversas estratégias montadas pelo governo para o combate a cólera não estão a dar o resultado imediato que se esperava.

“Numa epidemia como esta e não só é preciso que se ataca a causa da doença. E neste momento atacar a causa significa abastecer as populações com água potável e as condições do saneamento e meio serem mais adequada possível”, diz o Dr. Hilarinho admitindo também que “quanto a essas duas matérias, devemos reconhecer que ainda fizemos muito pouco.

São questões que envolvem avultadas somas em dinheiro necessários para construção de latrinas e recuperar as redes de abastecimento de água a diferentes comunidades”.

O ministério da saúde aproveitou o balanço sobre a cólera para lançar um vibrante apelo as populações para não acorreram as praias neste final do ano, como é tradicional para evitar aumentar o fluxo de contaminação. Suahills Dendê Pravda.ru STP

 
2232
Loading. Please wait...

Fotos popular