Pravda.ru

Notícias » São Tomé


Entrevista com o Presidente da República

21.10.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Sr. presidente da republica começou a dizer que nunca interditou os jornalistas e que isto é uma maneira gratuita de muitas pessoas atingirem seus objectivos.

PRAVDA.Ru: Sr. Presidente, qual é a situação sócio-politica de S. Tomé e Príncipe?

Não obstante a situação actual do país, que todo o mundo se pensa que o país vive numa situação de conflito ou conflituosa, diz-se que o país está paralisado. Não é isso, o país funciona, ao contrário, existe um governo, o primeiro-ministro está bem no seu lugar, este governo vai durar o tempo que falta para terminar a legislatura e neste período teremos eleições autárquicas e “referendum”. A situação é preocupante porque com essas oscilações de preços no mercado a população não suporta.

No carácter judicial temos o caso das ajudas externas. Qual é a situação?

Todo esse caso de gestão de ajudas externas tem como seu pano de fundo a má gestão desde as outras instituições como a Ecomin, a Ecomex e a gestão de ajuda como o PAM cá em S. Tomé, é do conhecimento de toda a gente. Mas, tudo isso deixe a justiça fazer o seu trabalho. Será a vocação dos fundos de contra-partida (ajuda-externa) pagar as contas pessoais e outros para o qual não é vocacionada, perguntou o sr. Fradique de Menezes.

Referente ao caso do fundo de gestão de ajudas e que refere ao seu nome no jornal publico na edição de ontem?

Em 1996, eu tinha bom negócio próspero e na altura construía a Quinta de Favorita. Alguns comerciantes utilizavam o dinheiro do GGA para importar as suas mercadorias mas logo que vendiam as mercadorias era devolvido o dinheiro utilizado.

Sr. Presidente referente ao caso do Sr. Comandante da polícia ter agredido a um cidadão e o mesmo ter pedido a sua demissão

O Sr. Comandante da polícia está arrependido da situação em ter batido no cidadão que por consequente é guarda do local onde foi agredido e que saiu para o exterior por essa causa, não foi porque o mesmo pediu antes as férias e agora teve a hipótese de as gozar.

Referente a sua demissão eu não recebi e só o Sr. Ministro da Defesa e ordem interna poderá responder a essa questão. Não é bom bater em ninguém, nem na esposa, nem a policia bater no cidadão...é mau.

A Nigéria tem fornecido a S. Tomé e Príncipe um avanço do dinheiro petróleo e quando nós recebermos o dinheiro do petróleo devemos repor esse dinheiro. Os fundos de contrapartidas não são para pagar salários, mas sim para projectos sociais?

Referente ao NEPAD, fomos várias vezes à Nigéria e temos acompanhado o funcionamento deste organismo. O NEPAD é a melhor coisa que se pode pensar e criar no continente africano, apesar de cada país ter as suas especificidades, é muito fácil para os países africanos que têm fronteiras comuns construir auto-estradas, universidades e outras coisas o que não acontece com o nosso país por não possuirmos fronteiras com outros e sermos arquipelágo.

Houve várias outras questões que foram abordadas como a questão dos petróleos, do porto de águas profundas, das ofertas de uma organização de hospitais móveis, para tratamento dos doentes do HIV e outras doenças.

Inocêncio COSTA PRAVDA.Ru SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

 
3360
Loading. Please wait...

Fotos popular