Pravda.ru

Notícias » São Tomé


PCD quer demissão do comandante Geral da polícia

16.12.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A comissão executiva do partido da convergência democrática analisou os acontecimentos ocorridos no passado sábado entre a população e a polícia e concluiu que o desemprego, a miséria e a falta de esperança no futuro constituem factores de grande instabilidade e indisciplina.

O Partido de Convergência Democrática (PCD) diz ainda que esses factores exigem das autoridades soluções progressivas tendentes a melhorar a vida das pessoas e capazes de contribuir para diminuir o clima de tensão.

Num comunicado enviado a nossa redacção, o partido da convergência democrática considera ainda que embora a venda nos passeios não traga uma boa imagem para a cidade, a mesma dificilmente poderá ser proibida, porque constitui uma forma de sobrevivência de várias famílias, situação que só pode ser melhorada com a conclusão das obras do novo mercado.

O PCD diz que concorda com a reposição da disciplina e ordem públicas, mas considera, também que as mesmas não devem ser feitas através da utilização de armas de fogo real contra cidadãos indefesos e muito menos contra mulheres, cuja grande maioria é chefe de família.

Por isso afirma não entender como é que 30 anos depois da independência as forças de segurança não sejam capazes de dissuadir eventuais perturbações da ordem pública, sem pôr em risco a vida dos cidadãos. O partido da renovação social, PRS reagiu também aos acontecimentos de 10 de Dezembro e aconselhou o presidente da república a demitir o comandante geral da polícia, Armando Correia.

Em comunicado distribuído a imprensa, o partido da renovação social pediu igualmente a Assembleia nacional para instalar um inquérito como forma de apurar, com isenção, a veracidade da situação e apurar se há ou não matéria crime por parte da polícia nacional.

Suahills Dendê Pravda.ru STP

 
1885
Loading. Please wait...

Fotos popular