Pravda.ru

Notícias » Portugal


Estrada Viva - Liga contra o Trauma

28.10.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A primeira iniciativa a mobilizar-nos é a organização de um conjunto de eventos relacionados com o Dia da Memória que terá lugar no próximo dia 21 de Novembro, em Évora. As organizações subscritoras desta Liga vêm pedir-lhe que realize um trabalho jornalístico sobre os problemas da assistência às vítimas (e familiares de vítimas) de desastres nas estradas portuguesas, de modo a que seja publicado nesse dia, ou nos dias que o antecedem. A razão do nosso pedido é a seguinte: O Dia Mundial da Memória das vítimas de desastres rodoviários celebra-se, pela terceira vez em Portugal.

A Estrada Viva - Liga contra o Trauma crê que a instituição em Portugal do Dia Mundial da Memória representa um importante passo para o reconhecimento colectivo de que a sinistralidade rodoviária é uma epidemia com um impacto social sem paralelo em termos de saúde pública em Portugal, e essa consciência deverá ser renovada.

A comunicação social tem um papel vital na publicitação do espírito desta celebração.

A Liga vem por isso pedir-lhe que nos apoie, seja realizando uma reportagem sobre vítimas das estradas e a problemática do trauma rodoviário, fazendo uma entrevista, escrevendo uma crónica ou um editorial, fazendo uma chamada de primeira página para o tema, ou de qualquer outra forma que considere exequível.

A celebração do Dia da Memória será este ano focalizada em Évora, com acções semelhantes noutros pontos do país. Está em construção um site da Liga que conterá informações relativamente à evolução do programa e está prevista a criação de um memorial virtual às vítimas das estradas (essa informação será disponibilizada em breve).

A Estrada Viva - Liga contra o Trauma é uma rede informal de organizações e personalidades que se reunem com o objectivo de promover iniciativas conjuntas e coordenadas:

- de combate ao trauma (rodoviário); - de sensibilização para a necessidade da sua prevenção, da sua gestão e do seu aplacamento; - de alerta das autoridades públicas para a premência de agir de forma articulada e eficaz aos vários níveis dos processos traumáticos; - de promoção de investigação e de formação académica de profissionais na área do tratamento do trauma, numa perspectiva transdisciplinar.

O espírito desta celebração é de que a evocação pública da memória daqueles que perderam a vida ou a saúde nas estradas e ruas portuguesas significa um reconhecimento, por parte do estado e da sociedade, da trágica dimensão da sinistralidade, e ajuda os sobreviventes a conviver com o trauma de memórias dolorosas resultantes dos desastres rodoviários.

Abaixo, passamos a listar o grupo de entidades que integra já a Estrada Viva - Liga contra o Trauma Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados Associação Contra a Exclusão pelo Desenvolvimento

Associação Nacional dos Industriais do Ensino de Condução Automóvel

Associação Nossa Âncora

Associação Nosso Abraço

Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

Associação Portuguesa de Deficientes

Associação Portuguesa de Enfermeiros de Urgência

Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Associação Portuguesa de Psicologia

Associação Portuguesa de Trauma

Associação para a Promoção da Segurança Infantil

Associação de Utilizadores do IP4

ATLS (Advanced Trauma Life Support) CRM - Formação Activa de Condução

Federação dos Sindicatos de Transportes Rodoviários e Urbanos Grupo de Trauma do Hospital de S. João

Instituto Arade

Motoclube Virtual

Rodar - Associação Portuguesa de Lesionados Medulares

Sociedade Portuguesa de Cirurgia

Todos somos importantes quando se trata de prevenir o que é considerada uma das maiores epidemias do século – o TRAUMA, e o primeiro passo é envolvermo-nos. Por tudo isto junte-se a nós e mobilize-se!

Contactos da Estrada Viva - Liga contra o Trauma:

Andreia Pinto andreia.pinto@aca-m.org Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados Av. 5 de Outubro, 142 1º D, 1050-061 Lisboa tel. (+351) 217801997 fax. (+351) 217801998 www.aca-m.org

 
4324
Loading. Please wait...

Fotos popular