Pravda.ru

Notícias » Portugal


Escândalo: Internet cortado ao PRAVDA.Ru sem aviso

28.09.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Inconcebível, impensável, impossível, sim, mas aconteceu. O serviço ADSL da TELEPAC em Portugal simplesmente cortou o fornecimento do serviço de Internet (banda larga) sem qualquer aviso nos escritórios da PRAVDA.Ru e devido a uma falha da própria empresa. Aconteceu há 21 dias, numa quinta-feira a noite e o departamento que poderia resolver o caso fecha durante o final de semana.. Foi restituído o serviço, no Domingo, após um sem fim de telefonemas

De repente, no final da tarde daquela quinta-feira, deixou de funcionar o Internet nos nossos escritórios. Acontece. Uma hora depois, liguei para os serviços da ADSL da TELEPAC (Grupo Portugal Telecom) e disseram que o serviço tinha sido cortado à PRAVDA.Ru, sem qualquer aviso, sem qualquer carta, sem qualquer correio electrónico. Simplesmente desligado.

Porquê? Porque a factura de Março não tinha sido pago.

A factura de Março não tinha sido pago porque foi no final de Março que PRAVDA.Ru mudou de escritório em Lisboa. Foram enviados três mensagens por fax aos serviços de ADSL da TELEPAC porque prevíamos que iriam enviar as facturas ao endereço antigo. Telefonámos precisamente 11 vezes para verificar que estaria tudo em ordem e até recebemos numa das últimas chamadas, uma resposta em tom irónica “Não acham que seria ridículo se mandássemos a factura para o endereço antigo quando vamos instalar o ADSL no escritório novo?” Sim, mas foi isso que aconteceu.

Devido ao período de três semanas…digo TRÊS SEMANAS… sem a ligação do serviço no escritório novo, nunca nos passava pela cabeça que teríamos de pagar um mês inteiro sem termos acesso, mas veio com uma pontualidade precisa a factura no final de Abril. Foi paga. E foram pagas todas as seguintes.

Mas para este “serviço”, não chegou: cortaram o serviço, sem avisar, porque a factura de Março, que tinha sido enviada ao escritório já vazio, contra as nossas indicações, apesar de faxes, apesar de telefonemas, ainda não fora paga. Após uma hora ao telefone com uma supervisora, fiquei com os dados para efectuar o pagamento desta factura por cartão Multibanco, com um pedido de desculpas pela falha da ADSL da TELEPAC e promessas para investigar porquê a factura tinha sido enviada ao endereço errado, porque o serviço foi cortado sem qualquer aviso e porque tivemos de pagar um mês inteiro se estivemos três semanas sem o serviço. O escritório novo fica sensivelmente a 250 metros do antigo.

Foi paga a montante na sexta-feira de manhã, foi restabelecido o serviço no Domingo seguinte.

Na sexta-feira passada, três semanas depois, recebemos o prometido resultado da investigação do serviço ADSL da Telepac: uma carta intitulada “Suspensão de serviço(s) Internet” e uma ameaça de cortar outra vez o serviço se não for paga a conta que foi paga há 21 dias atrás, relativamente ao mês em que Pravda.Ru nem tinha acesso ao serviço.

Por ironia, esta carta acaba: “Com os nossos melhores cumprimentos (assinatura) Fidelização de Clientes”.

Fidelização?

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
3136
Loading. Please wait...

Fotos popular