Pravda.ru

Notícias » Portugal


Morte santa para Fernando Valle

27.11.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Presidente Jorge Sampaio assistiu hoje ao funeral de Fernando Vale, fundador do Partido Socialista às 16.00 em Coja, Arganil.

Exprimindo sua “grande tristeza”, Jorge Sampaio acrescentou que sentia “grande admiração” por esta pessoa “notável” e “quase intemporal”, quatro frases que resumem o sentimento quer no PS, quer no país.

O jornalista Mário Madail optou pelo título “Um Aristocrata da Esquerda” na sua biografia de Fernando Valle e Mário Soares escreveu no prefácio que “Fernando Vale é um homem, a todos os títulos, excepcional”, devido à sua “seriedade exemplar” e “incomparável generosidade”.

O único cargo que Fernando Valle aceitou na vida pública foi de Governador Civil de Coimbra, entre 1976 e 1980. No entanto na sua longa vida, foi muito mais do que isso, começando com o facto que à hora da sua morte, era o maçon vivo mais idoso e também, este Presidente Honorário do Partido Socialista tinha sido um nome sugerido para Presidente da República por Vasco Lourenço.

Fernando Baeta Cardoso do Valle nasceu na Cerdeira, Arganil, em 30 de Julho de 1900, dedicou a sua vida a lutar contra o fascismo, incorporando todos os organismos da oposição, sendo preso em 1962 por pertencer às Juntas Patrióticas de Libertação nacional, e esteve presente na Fundação do Partido Socialista, do qual era co-fundador, mantendo-se activo até pouco antes da sua morte – foi primeiro subscritor da moção de Manuel Alegre.

Foi condecorado Grande Oficial da Ordem de Liberdade e com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito.

Grande senhor da política, Fernando Valle ainda é do tempo em que a ética fala mais alta que tudo e será lembrado como referência ética em Portugal, na sociedade política e civil.

Portugal fica bastante mais pobre com a passagem deste seu filho muito querido.

João SANTOS PRAVDA.Ru

 
1907
Loading. Please wait...

Fotos popular