Pravda.ru

Notícias » Portugal


FC Porto qualifica-se: FCP 2 Partizan 1

26.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Com mais um jogo a realizar com Real Madrid no Bernabeu, Futebol Clube do Porto já tem presença garantida na fase seguinte da Liga dos Campeões.

Hoje mostrou-se a melhor equipa contra o Partizan de Belgrado, depois de ter ido empatar na Sérvia 1-1 no primeiro jogo deste grupo. No último jogo internacional no estádio das Antas, antes da transferência para o estádio do Dragão, o FCP venceu o jogo de forma convincente.

As equipas alinharam-se

FC Porto Baía; J. Costa, R. Carvalho, P. Ferreira, Silva; Costinha, Maniche, Deco, Bosingwa; Derlei, McCarthy,

Partizan Pantic; Cirkovic, Duljaj, Ivic, Sasa Ilic; Stojaniski, Delibasic, Malbasa, Iliev; N. Djordjevic, Savic

Nos primeiros minutos, FC Porto jogou futebol de possessão, tentando chegar à baliza bem defendida de Pantic e só conseguiu o primeiro remate aos 7’, Bosingwa vendo a sua tentativa bloqueada. Sete minutos mais tarde, Pantic teve de intervir outra vez, enviando o cruzamento de Mário Silva para fora da área.

Após 20 minutos, FC Porto tinha o jogo completamente dominado, jogando no meio-campo de Partizan. A pressão deu resultado aos 25’, quando Benny McCarthy dirigiu a bola para o fundo da baliza, depois de Pantic ter bloqueado o remate de Maniche. O primeiro golo na noite europeia, visto que os outros oito jogos ainda estavam em branco.

Três minutos mais tarde, McCarthy viu outro remate sair ao lado por centímetros. No entanto, Partizan nunca baixou os braços e por várias vezes chegou à área do FC Porto, culminando numa série de ataques, o mais perigoso dos quais levando ao tento de Delibasic aos 24’, brilhantemente bloqueado por Baía.

Aos 35´, McCarthy, rompante à direita do ataque portista, quase rompeu a defesa, no entanto Partizan sempre se mostrou uma equipa bem organizada e nunca perto de perder o fio do jogo, que disputou até ao apito final.

Partizan entendeu que o melhor sistema de defesa começava no meio-campo do FC Porto, empurrando a equipa de casa para trás no final da primeira parte.

Porém aos 41’, McCarthy não marcou por pouco, Pantic salvando a sua equipa outra vez após uma bela jogada pelo FC Porto. 14 remates contra 4 de Partizan. A primeira parte acabou com Ricardo Carvalho a falhar o alvo por milímetros após livre de Deco, aos 44’.

Na segunda parte, FC Porto entrou como equipa que queria colocar o jogo fora do alcance dos visitantes, para garantir a presença na segunda fase e ir disputar a liderança do grupo com o Real Madrid na casa deles…procurando vingança pela derrota sofrida no Porto, 1-3.

Pedro Mendes entrou por Bosingwa na segunda parte, dando mais ânimo ao meio-campo portista. Aos 50’, Benny McCarthy bisou, após excelente passe de Deco esforçou o defesa de Partizan, Savic, a atrasar para o Pantic, que não conseguiu agarrar a bola. 2-0.

Outros remates potencialmente perigosos de McCarthy aos 59’ e Maniche, aos 63’, foram agarrados por Pantic. Crédito ao Partizan, que nunca baixou os braços, tentando sempre chegar à baliza de Baía, em grande forma nesta noite europeia.

Aos 67’, Hugo Almeida substituiu McCarthy e aos 76’, Drulovic entrou por Stojaniski. Drulovic recebeu um grande abraço do treinador portista, José Mourinho, e uma recepção calorosa dos adeptos azuis e brancos, que lembraram os bons 5 anos de serviço que prestou ao clube.

Aos 71’, Jankauskas entrou por Derlei, sempre lutador e aos 82’, Maniche viu seu remate bem defendido por Pantic, após um período em que o FC Porto tentou jogar mais retraído a defender o resultado.

Brincadeiras por Maniche e Jorge Costa, a pedirem e receberem o segundo amarelo, o que quer dizer que não irão jogar em Madrid mas ficarão “limpos” de cartões depois, quase ditaram um final perverso: Partizan marcou aos 91’ por Delibasic e os últimos segundos do jogo alimentaram as fantasias dos sérvios dum empate.

Não aconteceu mas FC Porto não pode brincar nas seguintes fases.

O Futebol Clube do Porto é a equipa portuguesa que, durante os últimos 20 anos, mais glória trouxe para Portugal, equipa que mais prestigiou, e prestigia, o futebol português. Pena é que ao nível nacional, haja quem tenta sabotar o grande esforço que este clube faz, através de acções vis e reles nos bastidores.

João SANTOS PRAVDA.Ru PORTO PORTUGAL

 
4455
Loading. Please wait...

Fotos popular